VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 9 de Janeiro de 2021

Reacção

Finalmente alguns sinais de reacção da equipa às críticas (justificadas) de que tem sido alvo. Mesmo não tendo sido uma exibição deslumbrante, foi de longe o melhor jogo do Benfica das últimas semanas. Vi sinais de melhorias, desta vez não vimos grandes quebras de rendimento ao longo dos noventa minutos e no final tivemos uma vitória incontestável, inclusivamente com dados estatísticos mais condicentes com aquilo que é esperado num jogo do Benfica.

2.jpg

Três regressos no onze do Benfica: Otamendi, Pizzi e Seferovic. Ferro, Taarabt e Waldschmidt saíram para lhes dar lugar. O central português, diga-se, correspondeu no último jogo (foi, a par do Vertonghen, dos menos maus) e mostrou que está pronto para contribuir quando necessário. O figurino do jogo foi o habitual e esperado. O Tondela enfiou toda a equipa atrás da linha da bola, e o Benfica teve posse de bola avassaladora, que em momentos andou perto dos 80%. Mas houve algumas diferenças na forma como jogámos. Houve uma atitude melhor por parte dos jogadores, e apesar das naturais dificuldades que continuamos a revelar para furar a organização defensiva de equipas que defendem com toda a gente, houve maior velocidade na circulação de bola. Importante e interessante também, uma maior vontade em explorar as alas em vez de insistir constantemente pelo meio. Vimos quer o Grimaldo na esquerda, quer o Gilberto na direita (o brasileiro está a ganhar cada vez mais confiança e começa a ser uma presença constante em zonas mais adiantadas) muito mais em jogo. Outro pormenor importante foi a presença frequente do Everton na direita o que faz com que, por ser destro, acabe por procurar ganhar a linha e cruzar a bola em vez daquilo que acontece quando joga na esquerda, onde vem sempre para o meio. Mesmo que frequentemente não tivessem resultados práticos, a verdade é que o Benfica efectuou muito mais cruzamentos do que tem sido habitual, o que pelo menos faz com que a bola ande muito mais tempo na área adversária ou nas imediações dela e dai resultem mais situações de potencial perigo, em vez de a vermos a circular sem grande objectividade pelo meio campo. Foi uma primeira parte de sentido único, em que o Tondela não existiu no ataque e o Benfica, sem que se possa dizer que massacrou, fez pelo menos mais do que o suficiente para justificar ir para o intervalo em vantagem. Criámos algumas ocasiões de golo, as melhores das quais pelo Darwin (grande defesa do guarda-redes) e pelo Pizzi (remate interceptado por um defesa) mas não chegámos ao merecido golo, pelo que seria ainda mais importante que, ao contrário dos últimos jogos, não voltássemos a ter uma quebra de rendimento na segunda parte. Acho que o facto de eu próprio não me sentir completamente irritado à saída para o intervalo apesar de ainda estarmos empatados era para mim um sinal que algo estava a ser diferente, para melhor.

1.jpg

Felizmente isso não aconteceu - pelo contrário, o Benfica conseguiu não só manter alguma regularidade como ainda melhorar alguns aspectos do seu jogo. Felizmente também, o merecido golo acabou por aparecer relativamente cedo, por isso não houve tempo para que um eventual nervosismo com a persistência do nulo pudesse começar a afectar a equipa. Esse golo surgiu logo aos nove minutos deste segundo tempo, depois de uma boa jogada de envolvimento entre o Darwin, o Pizzi e o Everton na esquerda da área. A bola conseguiu viajar entre estes três jogadores sem sequer tocar no chão, até o Darwin fazer o cruzamento para a finalização quase em cima da linha de golo pelo Seferovic. O golo foi inicialmente invalidado pelo auxiliar, mas a revisão do VAR acabou por confirmá-lo mesmo. Outra coisa positiva no jogo foi que o Benfica não se encolheu imediatamente a seguir a ter alcançado a vantagem. Continuámos a mandar no jogo e a procurar chegar ao golo da tranquilidade, ainda que com pouco acerto na finalização - parece-me natural dado que a confiança da equipa ainda não parece ser muita. O Tondela continuava incapaz de incomodar, e creio que terá feito o primeiro remate do jogo a quinze minutos do final - um remate muito torto, à entrada da área. Mas um resultado de 1-0 é sempre perigoso, porque um qualquer lance fortuito pode sempre deitar tudo a perder, e a cinco minutos do final tivemos um exemplo perfeito disso. Logo a seguir ao Weigl ter desperdiçado, na sequência de um pontapé de canto, mais uma ocasião para o segundo golo, o Tondela, absolutamente do nada e sem que nada tivesse feito para o justificar, dispôs de uma ocasião flagrante para empatar. Uma má abordagem do Grimaldo a um cruzamento largo vindo da direita deixou um adversário completamente sozinho e com a bola controlada em frente à baliza. Valeu-nos a intervenção do Vlachodimos. O nosso guarda-redes fez apenas uma defesa em todo o jogo, mas ela foi fundamental. Na resposta a este lance, o Benfica marcou pelo Darwin, mas o golo foi anulado. Pareceu-me que foi a decisão correcta, porque havia posição irregular. No início da jogada há um possível penálti por mão na bola de um defesa do Tondela, mas sinceramente acho que seria um pouco forçado - penáltis daqueles são para o Porto e o Sporting, os líderes destacados na tabela dos penáltis. Nós continuamos com zero. Foram dados sete minutos de compensação (justificados, já que para além das substituições todas o jogo esteve parado bastante tempo quer no golo que nos foi validado, quer no que foi invalidado) e ao contrário de os termos passado a sofrer, como tem sido mais habitual, chegámos mesmo ao segundo golo nesse período. Quem marcou foi o Waldschmidt, que entretanto já tinha entrado para o lugar do Seferovic. Foi na sequência de mais uma boa jogada, na qual a bola viajou rapidamente da esquerda até à direita (ao contrário dos cinco ou seis toques que habitualmente temos que dar para fazer isso acontecer) e depois o Darwin ultrapassou o adversário directo e fez a assistência. Jogo fechado, com justiça, e três pontos conquistados.

3.jpg

O meu destaque vai para o Darwin, autor das duas assistências para os golos. Ainda não esteve bem na finalização, apesar de ter estado perto de marcar noutras ocasiões (na que marcou o golo foi bem anulado) e esteve bem melhor do que nos últimos jogos. Esperemos que possa regressar em breve ao nível pré-COVID, porque se é verdade que recuperou do vírus rapidamente, a forma tem demorado mais tempo a recuperar. Mais algumas menções para os dois laterais, que se integraram mais no ataque e em especial o Gilberto parece estar cada vez mais interventivo. Gostei também do Weigl - continuo a achar que nunca será o seis que o nosso treinador prefere, mas é um jogador de enorme classe a quem a titularidade regular está a fazer muito bem. E o Otamendi deve ter feito o melhor jogo pelo Benfica desde que chegou.

 

Como eu (e outros) já o disseram em várias ocasiões, mesmo quando as coisas não correm pelo melhor, quando a atitude competitiva é boa é meio caminho andado para se chegar a um bom resultado. O Benfica não fez uma exibição de encher o olho, mas os jogadores correram e esforçaram-se durante todo o jogo, e com isso conseguiram uma vitória absolutamente indiscutível. Foi contra o Tondela, é certo, mas já vimos o Benfica ter imensas dificuldades contra equipas como eles e que até estão mais no fundo da tabela. Não me parece que esteja a fazer qualquer favor ao dizer que a atitude da nossa equipa neste jogo foi claramente diferente para melhor - e mesmo se tivessemos sofrido a injustiça de um empate naquele lance quase no final, manteria a mesma opinião. Há ainda um longo caminho a percorrer, há que recuperar confiança e acima de tudo, assegurarmo-nos que este jogo não tenha sido apenas um acaso e que seja para seguirmos neste caminho.

tags:
publicado por D'Arcy às 15:21
link do post | comentar
6 comentários:
De Anónimo a 9 de Janeiro de 2021
D'Arcy
De acordo com a análise.
Mas falta jogar à Benfica! Falta um clique psicológico aos jogadores que lhe lembrem que jogam no Benfica, a quem todos os adversários querem ganhar. Já agora também ao treinador.
Falta aos jogadores velocidade na circulação da bola; velocidade nas demarcações e movimentações para dar linha de passe aos colegas e receberem a bola; serem mais objectivos na hora de rematar.
Já decorreram 23 jogos e a equipa não se liberta. Parece não ter ideias para alterar a forma de jogar. Não há um patrão dentro do campo que instigue os colegas.
A ver vamos qual o comportamento competitivo dos jogadores, pois não podem continuar a não ganhar a segunda bola, parece não disputarem os lances com convicção para mostrarem aos adversários quem manda.
Há muito trabalho e cada vez menos campeonato para jogar.
Espero me enganar, mas como as coisas estão, no final de Janeiro estamos fora da luta pelo título e atrás do Braga no quarto lugar.
Só depende dos jogdores e do treinador, mas neste último tenho pouco fé.
Sócio há 26 anos, hoje mais Benfiquista que ontem.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 10 de Janeiro de 2021
Eu não queria, mas infelizmente tenho de concordar com tudo o que diz neste seu comentário, caro Benfiquista, que retrata em poucas mas acertadas palavras, o que é o futebol actual do nosso Glorioso Clube.

Estou também sem a mínima fé neste treinador. Não há nenhuma equipa na ligueca PORCOguesa que conceda tantas e tão largas avenidas desimpedidas, para os adversários mais depressa e de forma perigosa chegarem à nossa baliza!!!

No jogo aéreo somos uns PIGMEUS, marcando um golo de cabeça de Natal em Natal!!!!
Temos um futebol de "brincas na areia" de caixas e caixinhas e de milhões de passes, que acabam todos ou quase, perdidos para os adversários!!!

Não existe objectividade. Não existe força de remate - exceptuando o Darwin Nuhnes -, os cantos e livres laterais contra nós mais parecem penalties, tal a facilidade com que qualquer adversário domina a nossa área ( grande e pequena) e o perigo que trazem ao nosso guarda-redes!!!

Ao contrário, isto é, os livres laterais e cantos a nosso favor são "MEL" para os defesas centrais e outros, adversários, tal é a incapacidade e COVARDIA que os nossos jogadores demonstram na disputa da bola - ressalve-se aqui os valentes Verthongen, Otamendi e Darwin.

Quanto à APITADORAGEM, é sempre o mesmo: apitadores ESCRAVOS E VASSALOS do bimbo às riscas do oporco que marcam contra o Benfica mais do dobro das faltas que realmente o Benfica comete!!!!!

Nos jogos da equipa de contumil é precisamente ao contrário, ou seja, gazsem 30 ou 40 faltas e só lhes são assinaladas 10 ou 12!!!!!
A favor deles qualquer espirro de um adversário, o jogaor porquito atira-se para o relvado, abre a boca até ás orelhas e berra como os burros e lá está marcada a respectiva faltinha a seu favor!!!!

Uma VERGONHA. E uma VERGONHA também e uma COVARDIA total a Direcção e Presidente do Benfica ( será que tem Presidente, o nosso Benfica!???!) não dizerrem absolutamente nada sobre isso.
Enfiam a cebeçota na areia e fazem que não vêem nada, que nada acontece, que está tudo bem, tudo legal, tudo transparente, etc,etc,etc,...

Infelizmente o MEDO e COVARDIA tomaram o Poder do nosso Benfica.

Somos o Maior e Melhor Clube do País mas temos os piores dirigentes. Os mais MEDROSOS e os mais COVARDES. Por isso estamos de cócoras tanto dentro como ora dos relvados.

Os penalties a favor do ooprco corruptus são mesmo de rir ás gargalhadas. Basta agora um qualquer porquito tocar a bola não sabendo bem para onde e de seguido ESBARRAR-SE DE PROPÓSITO contra o guarda-redes adversário que lá temos o escravo apitador telecomandado a bufar no apito e a marcar o penalty a favor do fcPenalty!!!

O que fazem os Benfiquistas (dirigentes) perante esta "isenção" e "imparcialidade"na aplicação das leis do futebol!?!?!

Resposta: FAZEM NADA. NADA. NADA. NADA. N A D A!!!

COVARDES E MEDROSOS INDIGNOS DE ESTAREM NO PODER DO MAIOR E MELHOR CLUBE DE PORTUGAL.

Se a diferença de penalties entre Benfica e oporco - com grande vantagem para os corrurptus - fosse ao contrário, isto é, se fosse o benfica a beneficiar de penaltis ás arrobas e o oporco com apenas um ou dois, o CHINFRIM que para aí não ia!!!! era de manhã á nopite sempre a falar do mesmo, mesmo que os penalties tivessem todos sido bem marcados, ao contrário do que acontece no oporco!!!!

Benfiquistas, é com esta gente MEDROSA E COVARDE que alguma vez pensam que o Benfica pode ser respeitado e ser Campeão!??!

Isso será quase tão impossível como alguma vez a velocidade do som igualar a velocidade da luz!!!

Um verdadeiro Benfica, Um Benfica a sério, neste momento liderava o campeonato com vitórias em todos os jogos e tinha ganho a Super-Taça ao oporco com naturaalidade.

Este não é o SLBENFICA Glorioso e Inigualável.

Este é, infelizmente para nós Benfiquistas, o SVJ, ou seja o sport vieira e jejum.

Benfica sempreeeeeeeeee... em qualquer ponto da Galáxia ou do Universo total.
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2021
Obrigado pelo otimismo que transmite no post. Espero que contagie todos os benfiquistas.
De Anónimo a 11 de Janeiro de 2021
Aparentemente na MDCSDQT pelos vistos, ainda ninguém reparou que nos últimos 22 jogos, o F. C. Porto usufruiu de uma vantagem de 15 penaltis em relação ao Benfica! Essa é a cruz que, nem Jesus conseguirá carregar sozinho, sem ajuda dos que verdadeiramente querem o sucesso desportivo para o Benfica.

Desde a 27ª jornada de 2019/20 até hoje, nos últimos 21 jogos para o campeonato (as 13 jornadas de 2020/21 juntamente com às últimas 8 jornadas de 2019/20), o F. C. Porto usufruiu de uma vantagem de 13 penaltis para o Benfica! Se acrescentarmos o jogo, entre as 2 equipas ocorrido na semana passada para a Supertaça, em que mais uma vez, com o jogo empatado, o F. C. Porto usufruiu de mais 1 penalti favorável e o Benfica sofreu mais 1 penalti desfavorável, então em Portugal tivemos, uma diferença de 15 penaltis entre as 2 principais equipas portuguesas, nos últimos 22 jogos! Como na 27ª jornada de 2019/20, o Benfica e o F. C. Porto partilhavam a liderança com 64 pontos, com uma ligeira vantagem de 4 golos para o Benfica em relação ao F. C. Porto, o Fontelas Gomes ou quem conseguir, que explique como o mesmo plantel do Benfica que, só conseguiu marcar mais 4 golos que o seu principal rival em 27 jogos, conseguiria anular uma desvantagem de 15 penaltis nos 22 jogos seguintes?

O que seguramente, ninguém consegue escrever ou dizer publicamente, é o nome do treinador que encontrou, que já tivesse obtido sucesso desportivo, com uma desvantagem de 15 penaltis para o principal rival nos últimos 22 jogos! Se não encontram esse milagroso treinador, então qual é o objetivo de tentar destabilizar/despedir o atual treinador do Benfica (Jorge Jesus)?

Veja os dados estatísticos detalhados em http://influenciaarbitral.blogspot.com/2021/01/sos-por-este-mundo-fora-alguem-pode.html
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 11 de Janeiro de 2021
tudo o que dizes é verdade, mas isso só acontece porque o Benfica tem dirigentes de ABSOLUTA ME%DA, que não alertam para nada, que se calam, que se acobardam e evidenciam todo o seu medo,etc,etc,etc,... e são precisos adeptos e Sócios como tu e eu para alertar para essa realidade, senão isso nem sequer existia!!!!!

Volto a dizer, e di-lo-ia pessoalmente na cara da figurinha que faz de conta que é Presidente do Maior e Melhor Clube de , que a COVARDIA, O MEDO, A INCAPACIDADE, etc,etc,etc, tomaram conta do Poder no nosso SLBENFICA.

Um "Presidente" que não sabe utilizar toda a força social que o cargo maior do Benfiva lhe confere!!!
Um ABORTO AUTÊNTICO, que vê a sua casa ser ROUBADA e não é capaz de mexer uma palha para ATACAR OS LADRÕES!!!!!

O Benfica (Clube) é um Ferrari conduzido por um beduíno, isto é, o carro está preparado para dar 350 Km/h mas o condutor não é capaz sequer de atingir os 200 Km/h porque é MEDROSO e não tem "unhas" para tal guitarra!!!!
Essa é que é a verdade, e é por isso que o nosso Clube está de cócoras no futeboleco PORCOguês ao contrário do principal inimigo, o oporco corrurptus, que tem tudo a seu favor!!!

Ao contrário do nosso Ferrari (Benfica), o oporco às riscas é uma espécie de carro de corridas com velocidade mâxima de 240 Km/h, mas que efectivamente tem um condutor que consegue dar o mâximo que o carro permite, embora beneficiando de todas as ajudas do promotor das corridas!!!!!

Conclusão: se o nosso "condutor" com uma máquina que atinge os 350Km/h não passa dos 200 Km/h e o "condutor" inimigo consegue dar o mâximo que o seu carro permite, que são nesta analogia 240 Km/h, é evidente que nós Benfica, com o "condutor" de absoluta trampa que temos, PERDEMOS TODAS AS "CORRIDAS"!!!!!!

Peguem em lfviera e em toda a sua COVARDOLA direcçãozeca e mandem-nos administrar uma equipazinha de um convento de freiras, que ali é tudo uma santidade e vão todos para o céu!!!!

Deixando de analogias e falando a sério, está à vista de quem tem dois dedos de testa que, enquanto essa figurinha fizer de conta que é Presidente do Maior e Melhor de Portugal, seremos sempre "COMIDOS DE CEBOLADA", COMO MUITO BEM TENTOU ALERTAR O NOSSO EX-TREINADOR Rui Vitória!!!

Por isso sou um BENFIQUISTA amargurado, e já só peço que o riporting de alvaLADRA ganhe os seus jogos todos para poder ser campeão, pois mesmo eu não gostando deles, gosto muuito muito muito menos, aliás DETESTO o clubeco do bimbo senil de contumil.

O Benfica de vieira, rui costa e outros yes mens do primeiro, é um clubezinho mansinho e fácil, muito fácil de ser ROUBADO E ESPESINHADO!!! Essa é que é, infelizmente, a nossa realidade nos tempos actuais.

Vieira não passa de um SUBMISSO ao sistema que sufoca o Benfica.
Volto a dizer que, se Timor em vez de XANANA GUSMÃO a liderar os seus destinos, tivesse um qualquer vieireco, esse país do sudoeste asiático ainda não era independente e estava sufocado pelas GARRAS da Indonésia.

Essa é que infelizmente a realidade actual do nosso Inigualável e Glorioso SLBENFICA!!!

BENFICA, BENFICA, BENFICA, sempre. Seja na via Láctea, seja em Andrómeda, ou em qualquer outra Galáxia do Universo sem fim..

De Luís Manuel a 11 de Janeiro de 2021
Olá D'Arcy.

Obrigado pelo post e pela nota de ânimo e confiança que nos deixas com a análise que fazes ao nosso jogo. Que assim seja, e esses sinais positivos não sejam enganadores. Estou de acordo com o que escreves, mesmo com o facto de termos jogado apenas contra o Tondela, mas é como dizes - contra outros adversários de igual valia já tivemos prestações deploráveis.

Penso que este mês de Janeiro vai ser decisivo. Sem querer esquecer que Taça é Taça e vamos, primeiro, jogar contra um adversário que nos merece o mesmo respeito de qualquer outro, o jogo no Porto pode ser fundamental. Se formos para a guerra (porque é assim que esses jogos têm de ser encarados) e ganharmos o jogo, metendo o pé, lutando com agressividade por todas as bolas, a equipa poderá motivar-se e preparar-se bem para as outras guerras que se adivinham, contra Braga e Sporting, e talvez novamente contra este último ou contra o Porto. Se voltarmos a entrar encolhidos como o fizemos na Supertaça, receio que as coisas possam piorar nos próximos jogos. Oxalá eu venha aqui dizer, daqui a umas semanas, que o jogo no Porto foi o início da nossa recuperação como equipa.

Saudações Benfiquistas.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Novembro 2022

Outubro 2022

Setembro 2022

Agosto 2022

Maio 2022

Abril 2022

Março 2022

Fevereiro 2022

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Normal

Justa

Competência

Naturalidade

Inesquecível

Alegria

Pouco

Cabeça

Aviso

Repetição

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds