VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 4 de Agosto de 2015

Regresso

funnel.jpg

Final da pré-época e regresso das férias que decidi tirar deste espaço, porque não tenho grande paciência para a silly season que se repete todos os anos - ainda espero que alguns dos cerca de duzentos jogadores que foram apontados ao Benfica nas capas dos jornais cheguem.

 
Em relação aos jogos disputados, tenho a dizer que me deixaram com água na boca. Se o ano passado tivemos aquela pré-época miserável e depois acabámos por ganhar três troféus, pois bem, este ano não fizemos a coisa por menos e conseguimos fazer ainda pior do que o ano passado. Mas um pouco mais a sério, a verdade é que pelo menos até agora sinto motivos sérios de preocupação. Não pelos resultados conseguidos, porque resultados em jogos destes interessam muito pouco, excepção feita à Eusébio Cup - é um troféu criado por nós para homenagear uma das maiores figuras da nossa história, e como tal merece o maior respeito e uma representação condigna da parte do Benfica. E isso esteve muito longe de acontecer na madrugada de ontem.
 
Não, o motivo de preocupação para mim é mesmo o futebol jogado. E o facto de, até agora, não ter visto ao longo dos cinco jogos qualquer tipo de evolução. Pelo contrário, o que eu vi foi involução: o melhor foi a primeira parte do primeiro jogo, contra o PSG, e o pior foi a segunda parte do último jogo, contra o Monterrey. Neste momento é cedo demais para poder fazer qualquer tipo de avaliação muito concreta ao trabalho do Rui Vitória, sobretudo porque até agora ainda não vi quase nada que possa dizer que é mesmo cunho pessoal do treinador. Vi apenas uma equipa que parece presa num impasse entre uma forma de jogar a que esteve habituada durante seis anos mas que já não consegue adoptar na perfeição, e outra que eventualmente será mais familiar ao novo treinador. E com isso os jogadores parecem-me meio perdidos em campo. Muitas falhas a defender (a linha do fora de jogo desapareceu, porque não há coordenação e há sempre alguém que fica para trás e deixa o avançado em jogo, com passes atrás de passes a entrar entre o central e o lateral), ataques lentos e previsíveis (não sei se consegui ver uma única transição rápida para o ataque, daquelas que apanham a equipa adversária fora das suas posições) e quase absoluta ausência de jogo pelas faixas, com um crescente e irritante afunilar do jogo ofensivo à medida que o tempo passa. E que raio de mania é esta de colocar o Talisca, jogo atrás de jogo, à direita (mais uma contribuição decisiva para o afunilamento do jogo)? Já reclamávamos com o JJ quando ele o colocava na esquerda sempre que não tinha o Gaitán, agora temos esta inovação? Quanto à tão propalada 'aposta na formação', um dos supostos motivos principais para a troca de treinador, estou sentado à espera. Achei apenas estranho que nem nestes jogos de preparação tenhamos tido muitas oportunidades para ver o João Teixeira, o Nuno Santos, o Raphael Guzzo ou o Gonçalo Guedes, por exemplo. Vi um pouco do Nélson Semedo e gostei, embora já o conheça (e aos outros todos) da formação e da equipa B. Se o motivo é que ainda lhes falta qualidade, então só estarão a dar razão ao treinador que saiu.
 
Enfim, muito, mas muito para trabalhar e melhorar. Dou de barato que esta digressão, com diferentes fusos horários e muito calor, não deve ter ajudado em nada o rendimento da equipa. O dinheiro acaba quase sempre por falar mais alto, mas a vertente desportiva terá ficado claramente a perder, porque seguramente que teria sido mais proveitoso para um novo treinador poder ficar perto de casa, sem perder demasiado tempo com viagens e adaptações e a trabalhar de perto com um novo plantel para lhes transmitir as suas ideias. Mas seria importante, quanto mais não seja em termos anímicos, conseguir melhores resultados e exibições. Para um treinador acabado de chegar, mostrar tão pouco apenas serve para aumentar a pressão sobre ele e colocar demasiada importância no primeiro jogo oficial da época. Um fracasso flagrante nesse jogo arrisca-se a colocar em causa toda uma época.
 
Também me parece de todo errado que a menos de uma semana do início oficial da época ainda andemos ocupados a formar o plantel, sendo evidentes várias lacunas que é necessário colmatar - talvez a mais óbvia no ataque. Já o ano passado foi assim, mas depois acabou por nos sair a sorte grande com o Jonas e o Júlio César. E a sorte, umas vezes tem-se, outras vezes não. Nunca é bom abusar dela.
tags:
publicado por D'Arcy às 00:31
link do post | comentar
18 comentários:
De Anónimo a 4 de Agosto de 2015
Gosto normalmente de tudo o que escreves. Mas agora estás a ser profeta da desgraça... Imagina, o Benfica perde a supertaça, e... ganha o Campeonato, faz boa figura na Champions... Já é uma grande época para estreia do nosso Rui Vitória.
Nada de stress, quando for a valer o Benfica vai ganhar.
Saudações benfiquistas!
De antonio fonseca a 4 de Agosto de 2015
Bom dia,

Completamente de acordo com o post.

A equipa é quase a mesma da da época passada, saídas de Lima e maxi , porém os pressupostos para esta época ainda não os vi. Agora com o problema dos dois centrais ainda mais fumo negro ai vem. Com a saída do César ficamos um pouco descalços.

Tal como na época passada o começo foi desastroso, espero que o final seja igual a essa temporada, será ).

Saudações benfiquistas
De D'Arcy a 4 de Agosto de 2015
Não estou a querer ser profeta da desgraça; nem sequer me estava a referir especificamente ao resultados. A minha preocupação é mais o ambiente negativo que se pode gerar à volta da equipa com um mau resultado na supertaça. O Fernando Santos, por exemplo, não foi a escolha mais do agrado dos adeptos, fez uma pré-época fraca, e no primeiro jogo oficial levou três do Boavista. A partir daí nunca mais se endireitou, e nunca conseguiu ter os adeptos do lado dele.
De Anónimo a 4 de Agosto de 2015
CALMA
De pge a 4 de Agosto de 2015
Benvindo de volta Darcy.
Não estar com o treinador ao fim do primeiro jogo é sobretudo um problema dos adeptos. O que não faltou a Jesus foi momentos em que os adeptos não estavam com ele. E de certeza que são os que mais o choram agora. Não estar com ele ajudou-o em alguma coisa? Não me parece, acho até que impediu algumas victórias.

Desconfiado estou, estamos todos, daí a não estar com ele é uma grande diferença. Quando muito, não estarei com quem tomou a decisão.
Um clube nunca terá sucesso se for governado em função da histeria dos adeptos.
Odeio gente histérica.

Agora é preciso reforços, mas isso não é preciso ser eu a dizê-lo.
De Anónimo a 4 de Agosto de 2015
Grande Gonçalo,

Concordo em absoluto com o que analisas a nível da dinâmica de jogo. Claramente os princípios de jogo que o nosso Benfica tinha foram substituídos por outros (ainda não consegui perceber bem quais!).

A verdade é que hoje, não raras vezes, temos 50 metros entre os centrais e o ponta de lança, não temos qualquer capacidade de ruptura (movimentos em profundidade a procurar bater a linha defensiva adversária) e não temos ocupação racional dos espaços pois existe uma concentração ridícula de jogadores no corredor central (com os dois médios e dois avançados, mais a tendência natural de Gaitan e Talisca penderem para o miolo). Como os nosso laterais ainda não estão, nem de perto nem de longe, em boa forma física, dificilmente conseguimos assim ganhar a linha de fundo e criar situações de golo na largura e profundidade.

Independentemente de acreditar que este possa acreditar que este plantel ainda sofrerá alterações, a verdade é que no que toca ao modelo de jogo estamos claramente em regressão. E isso não se combate com mais aquisição ou menos aquisição. Não se trata, a meu ver, de uma questão individual... a não ser que o nosso Benfica tivesse capacidade de contratar um Messi (o que naturalmente não tem) pois esse resolveria este e todos os problemas.

Sou Benfica! Sou-o desde 1983. Ou seja, apenas nos últimos 6 anos vi um Benfica verdadeiramente digno daquilo que dizem que era o domínio mundial do Benfica. Sou do Benfica do tempo do Vale e Azevedo. Sou do Benfica do tempo do Michael Thomas e do Pringle. Nunca me impediu de sofrer e apoiar... até que a morte nos separe.

Mas temo que - infelizmente - alguns dos nossos consócios serão agora forçados a reconhecer a tremenda valia de um dos melhores treinadores do mundo e com quem tivemos o prazer de poder contar durante 6 inspiradores anos. Anos de sonho! Épocas de vitórias, de vibração e entusiasmo genuínos.Épocas de Benfica à Benfica!

Um abraço
Bernardo "Mister" Fernandes
De Redpower a 4 de Agosto de 2015
Confesso que ainda estou meio abananado com tudo o que se está a passar. Fomos bi-campeões, deixámos ir embora o treinador bi-campeão e temos um plantel com várias lacunas, mostrando incapacidade de investimento e recorrendo a pré-épocas que não procuram preparar a equipa, mas fazer dinheiro. Tudo isto faz-me pensar como andarão as nossas finanças... . Para contrapôr o Sporting parece ter ganho o euromilhões, com várias e caras contratações, algumas bastantes sonantes. Além disso o nosso Maxi sai para o Porto...Se me dissessem isto tudo há 2 meses atrás eu diria que estavam todos loucos...

De resto, está a acontecer o que eu temia, que foi o que aconteceu ao Porto quando saiu o Mourinho. Quando treinadores com tanto caráter saem, o que entra sente, normalmente, muitas dificuldades em se afirmar e conquistar a confiança dos jogadores. Por isso, e para bem do nosso Benfica, convém darmos algum tempo para que a marca Jesus desapareça, termos paciência, e esperar que o Vitória se afirme rapidamente, e que lhe sejam dadas todas as condições para isso.

VIVA O BENFICA!
De D'Arcy a 4 de Agosto de 2015
Há ainda demasiado a fazer e muito pouco tempo para o conseguir. A pré-época nestes moldes deu dinheiro mas em termos de implementação dos conceitos de jogo do novo treinador foi praticamente inútil, por isso ainda será necessário fazer muitos ajustes e adaptações já com a época em andamento, o que nunca é bom. Neste momento, e a julgar pelos jogos feitos, o nosso futebol é uma balbúrdia. É também muito mau o facto de ser notótio que ainda serão necessários grandes ajustes em termos de plantel. Estamos a dias do início da época, e já não falta assim tanto até a janela de transferências fechar. O que pode levar a precipitação nas contratações e consequentes erros - para mim já foram cometidos alguns, como o Taarabt, que apesar de todo o potencial que lhe reconheço nunca, mas nunca o teria contratado. É um jogador demasiado perigoso, quer dentro do campo, quer dentro do balneário. Um abraço, Mister.

Quanto às finanças da lagartagem, eles beneficiaram de uma reestruturação de dívida que nós não tivemos, até porque apanhámos com o desmoronamento do BES. Estamos a falar de um clube que estava tão falido que as receitas geradas mensalmente não eram sequer suficientes para cobrir os juros mensais dos empréstimos contraídos, que tinha que recorrer a novas linhas de crédito todos os meses só para pagar salários, e que em termos de dívida bancária pura e dura conseguem tê-la superior ao Benfica (e quem não consegue perceber o enormíssimo problema que este simples facto significa, ou é profundamente estúpido, ou é lagarto). Como não conseguimos ter essa reestruturação fomos mesmo obrigados a vender para honrar os compromissos assumidos, e nunca deixámos ou deixaremos de os cumprir.

Olhando para a mudança de atitude da lagartagem desde a contratação do JJ, parece-me mais ou menos evidente que estão a retomar os comportamentos que os levaram à situação anterior - eles não conseguem ou não querem compreender que devem viver reduzidos à real dimensão que têm. Estão simplesmente a comportar-se como se já não devessem nada, esquecendo-se que a reestruturação não os libertou da dívida, simplesmente adiou o pagamento de uma enormíssima parte da mesma por uns bons anos. São uma espécie de Grécia do futebol português, com a diferença que, ao contrário dos gregos, eles conseguiram mesmo choramingar a reestruturação (ou não houvesse um gajo chamado Ricciardi). E agora até tenho uma motivação extra para querer viver mais uns bons anos só para ver o que vai acontecer quando a dívida voltar a bater à porta. Nessa altura já não haverá Ricciardi e o banco estará provavelmente nas mãos de chineses. Pode ser que decidam então contratar o melhor futebolista chinês da altura, para ver se lhes dá algum capital de simpatia.
De FranciscoB a 4 de Agosto de 2015
Discordo totalmente das avaliações da Equipa e do Treinador q aqui foram feitas...

Temos uma excelente equipa para atacar em todas as frentes - não dá para chegar às meias da Champions mas qts podem sonhar c/ isso?

O Treinador é novo mas, ao contrário do q se diz é tão bom ou melhor do q o outro - no início de Outubro voltamos a falar...
De Manuel a 4 de Agosto de 2015
Não estou de acordo que esta foi a pior pré época. Este ano empatámos 2 jogos (uma vitória nos penalties) e perdemos 3 contra bons clubes e mais rodados!

O ano passado perdemos 7 (SETE!!) e ganhamos apenas um contra o gigante SION!!!!

Pré Época 2013/14 7 derrotas!

SL Benfica 0 1 Sporting Taça de Honra da AF Lisboa
SL Benfica 1 2 Olympique de Marseille
SL Benfica 0 1 Ajax - Eusébio Cup
FC Sion 0 2 SL Benfica
SL Benfica 0 2 Athletic de Bilbao
Arsenal 5 1 SL Benfica Emirates Cup
SL Benfica 1 3 Valencia
SL Benfica 0 - 1 Irão

Quanto à Eusébio Cup achei boa ideia irmos espalhar a Eusébio Cup pelo mundo. Olhemos para as estatísticas das assistências:

2009 – 62.000; Luz
2010 – 40.000; Luz
2011 – 45.000; Luz
2012 – 35.000; Luz
2013 – 30.000; Luz
2014 – 25.000; Luz
2015 – 51.000; Monterey.

Gostei de ver o estádio cheio para a Eusébio Cup. O ano passado foi um VERGONHA!
Para ter o estádio vazio prefiro exportar a Eusébio Cup.
Para o ano podemos fazê-la no Dubai, em Shangai ou em Sidney.




Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Janeiro 2022

Dezembro 2021

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Confrangedora

Doloroso

Inequívoca

Tristeza

Deplorável

Descanso

Cumprido

Entradas

Regresso

Inadmissível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds