VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 6 de Agosto de 2017

Regresso

 

Regresso à nova época exactamente no mesmo registo em que terminámos a anterior: a conquistar mais um troféu, com toda a naturalidade. A exemplo do futebol, também eu decidi fazer um defeso e ignorar completamente a pré-época. À falta de notícias, nos últimos anos passou-se a dar uma importância desmesurada a esta altura da época, e a tentar construir cenários e emitir opiniões quase definitivas sobre o que será toda uma época com base nestes treinos um pouquinho mais puxados. Já não tenho paciência para as opiniões dos 'especialistas' e para as previsões por eles feitas (agora só acredito no Nhaga) e estando ainda por cima vacinado com várias pré-épocas do Benfica classificadas de 'catastróficas' que depois resultaram em finais de época gloriosos, nesta altura opto por já nem sequer me dar ao trabalho de ver os jogos disputados em Julho. São 'jogos-treino', como se costumava chamar-lhes antes, e como tal não me merecem mais importância do que isso mesmo: um treino.

 

Quanto ao jogo desta noite, um mero regresso à normalidade. Sim, o Benfica perdeu três jogadores de valor (ou melhor, não perdeu, vendeu-os por um monte de dinheiro a clubes com maior poderio financeiro e que lhes podem proporcionar condições salariais com as quais não podemos competir) mas, embora ache que o Benfica fará bem em procurar soluções alternativas para essas posições caso a oportunidade apareça, não acho que estejamos em desespero de causa para contratar, porque as soluções imediatas existem dentro de casa e essas não implicarão necessariamente que a equipa abane demasiado. O André Almeida participou em todos os títulos do tetra e foi titular indiscutível no tricampeonato. O Jardel substituiu o Garay e foi também titular indiscutível no bicampeonato e no tricampeonato, perdendo esse estatuto a época passada devido às sucessivas lesões. E o Júlio César foi também o titular nesses dois campeonatos conquistados, perdendo a titularidade na fase final do segundo quando se lesionou e o Ederson agarrou a oportunidade. Não estamos a falar de uns jogadores quaisquer, sem experiência de Benfica, de campeonato nacional ou de serem campeões para que agora estejamos a traçar já cenários de desespero. 

 

Posto isto, o que esperava para esta noite foi o que aconteceu: com o fim das experiências de pré-época e o regresso a um onze mais rotinado, superioridade natural sobre o Vitória e conquista de mais um troféu. Uma entrada de rompante do Benfica, a pressionar o Vitória para junto da sua área, a conseguir por isso mesmo recuperar a maior parte das bolas ainda dentro do meio campo adversário e dois golos de rajada, aos sete pelo Jonas e aos onze pelo estreante Seferovic, a reflectirem essa grande entrada (para além do suíço, as outras 'novidades' no onze foram aqueles que substituíram os jogadores que foram vendidos: Varela na baliza, Jardel e André Almeida). Mesmo com dois golos de vantagem a superioridade do Benfica manteve-se ao longo de praticamente toda a primeira parte, ao ponto de achar que ao intervalo já o resultado do jogo deveria estar longe de qualquer tipo de discussão, tais foram as ocasiões flagrantes para o Benfica ampliar a vantagem. Mas já quase à saída para intervalo o Vitória conseguiu reduzir num golo literalmente caído do céu, porque até então nada tinha feito para o justificar, e assim reentrou na discussão pelo resultado. Na segunda parte o Vitória conseguiu estar melhor do que na primeira e disputou o jogo praticamente de igual para igual com o Benfica, dispondo mesmo de ocasiões para empatar e conseguindo durante certas ocasiões algum domínio territorial que nunca tinha sequer cheirado durante a primeira parte, mas com o Benfica também a dispor de ocasiões para fazer o terceiro e sentenciar de vez o encontro. O que acabou por acontecer a sete minutos do final, num bonito golo do recém-entrado Jiménez, que finalizou com um remate de primeira e em arco um passe do inevitável Pizzi. Pizzi que, diga-se, foi indiscutivelmente o homem do jogo, uma vez mais a mostrar (se por acaso a época anterior ainda não tiver sido prova suficiente disso) o quão fundamental é no futebol do Benfica.

 

Está feito, o Museu Cosme Damião vai ter que arranjar espaço para mais uma taça, e pode ser que pelo menos durante um par de dias possamos descansar e deixar de ouvir falar sobre as catástrofes que nos esperam para esta época, as conquistas que os nossos adversários já praticamente garantiram, e os camiões de jogadores que o Benfica terá obrigatoriamente que contratar se quiser ter a esperança de pelo menos lutar pelo acesso a um lugar europeu. Uma nota final para o vídeo-árbitro (vulgo 'verdade desportiva'), que pela segunda vez não conseguiu cumprir as enormes expectativas em si depositadas pelos nossos adversários, sendo incapaz de impedir que o Benfica conquistasse mais um troféu. Se esta tendência continuar, prevejo uma inversão radical no discurso deles, e uma rápida passagem do vídeo-árbitro de 'verdade desportiva' a vilão da época.

tags:
publicado por D`Arcy às 02:27
link do post | comentar
6 comentários:
De Manuel Afonso a 6 de Agosto de 2017 às 09:39
A isto eu chamo não deixar pedra por virar. Do Nhaga ao video-árbitro levaste tudo à frente. Mas que regresso em grande forma, caro D'Arcy. Bem vindo e bem haja.

Seja como for, há verdades que são indesmentíveis.
Precisamos de 14 Guarda-Redes, 36 centrais e 149 laterais direitos. E acima de tudo, de um 8 em condições. Com o Pizzi não vamos lá. È.

Temos que ser mais como o deca-campeão de Agosto, especialista na última moda em toldos de praia, preferido de jornaleiros e comentadeiros, que todos os anos parte de pole pole position para a conquista do campeonato do ano a seguir, que este já está no papo.
Estes sim, sabem motivar os adeptos com um conjunto de aquisições sempre tão do agrado do transfermarket, este fantástico site que desvaloriza passes de jogadores só por serem associados ao Benfica.

Enfim. mais um ano em que uns falam, e outros projectam e executam a expansão do Seixal, com a construção de um colégio, de um hospital, de uma unidade hoteleira, de mais 7 campos de treino, e a duplicação de alojamentos para os atletas em regime de internato.

Mais um ano em que o recreativo do Lumiar já é campeão, depois de uma luta renhida com o antense futebol clube, ou vice versa que dá igual, e em que ao Benfica resta lutar pela manutenção, espreitando a hipótese de ir à europa se as coisas correrem muito bem.

Será mesmo assim? Não sei. Mas vou perguntar ao Professor Doutor General Nhaga e vou ficar a saber. Uma coisa é certa. O primeiro troféu oficilal da época, hipervalorizado porque o desportivo das Antas ganhou muitas vezes o último jogo da pré-época ( e é isto que esta taça da treta é, o último jogo da pré-época) já cá canta.
De Redpower a 6 de Agosto de 2017 às 10:58
Plenamente de acordo com o post. Já sabemos que no que toca ao Benfica tudo é empolado a dobrar. Com uma pré-época má da nossa parte (é um facto, pelo menos em termos de resultados), claro que as críticas choveram. Ouvi até alguns dizerem que o Seferovic seria a quarta opção ou mesmo quinta, caso Lima voltasse... Enfim, os entendidos do futebol acabam por se tornarem comediantes!

Depois dizem que a competição está fortíssima e o Benfica perdeu peças essenciais. Concordo que o Porto parece estar mais forte, mas também o estava na pré-época do ano passado. Veremos se não passa de "tesão de mijo". Conhecendo Sérgio Conceição, espero muita badalhoquice e chico-espertice. Vai ser mais contra isso que vamos ter que lutar. O Sborting vai continuar a enterrar-se a si próprio através do seu presidente.

Dito isto, na minha opinião estamos mais fortes do que o ano passado, com mais opções e muito talento, algum que já se vê, outro que vai aparecer. Chrien tem um toque de bola que não engana, Seferovic já mostrou o que vale, Filipe Augusto parece surgir a um bom nível, com outras qualidades diferentes do Fejsa, mas que se melhorar a nível posicional pode ser muito útil, visto a tendência que o Fejsa tem para as lesões. Buta tem tudo para se afirmar, assim com outros talentos que o Benfica tem que deixar crescer. Prevejo um Rúben Dias em grande e central da nossa seleção.

Tenho sempre a expectativa de que o Benfica se vá impondo a nível europeu, como já tinha o ano passado. Reconhecendo que ainda não estamos ao nível dos grandes colossos, espero ambição e que consigamos puxar os limites e chegar o mais longe possível nas competições europeias.

Quanto ao jogo de ontem, como disse o D'Arcy e bem, foi uma continuação da época anterior, até porque as verdadeiras alterações foram a mudança de guarda-redes, que não tem influência na dinâmica da equipa, e a troca do Mitroglou pelo Seferovic, que, a continuar assim, vai pegar de estaca no onze.
Parabéns aos nossos campeões e obrigado por mais uma alegria dada à família benfiquista e aos muitos benfiquistas que estavam em Aveiro, muitos deles, de certeza, emigrantes.

VAMOS BENFICA PARA MAIS UMA ÉPOCA GLORIOSA E DE CONQUISTAS! RUMO AO 37!

De Anónimo a 6 de Agosto de 2017 às 15:25
Grande post, dos melhores das redes sociais ligadas ao Benfica. Sóbrio e inteligente.
Como já disse o Manuel Afonso, tocou nos pontos chaves da pré época.
Parabéns à equipa e equipa técnica.
E já agora parabéns também ao post.
Benfica sempre.
Fernando Lopes.
De António Madeira a 6 de Agosto de 2017 às 15:57
Tal como saúdo o regresso da equipa de honra do Benfica à competição e à normalidade dos títulos, também saúdo o regresso do D`Arcy às suas crónicas fiéis dos jogos a sério e que têm por hábito fazer muita gente descer à terra (benfiquistas incluídos).

Vi o jogo de ontem com toda a tranquilidade. Com a ansiedade de um jogo do Glorioso, mas com a tranquilidade de quem acredita nesta equipa técnica, nestes jogadores e no rumo que o nosso Clube tem vindo a traçar e a implementar.
Como não leio pasquins nem vejo circo na TV, e muito menos emprenho pelos ouvidos, o que vi ontem foi uma extensão do final de época brilhante que tivemos recentemente.
Primeira parte pujante, autoritária que só pecou na finalização, e uma segunda parte com cansaço e uma gestão do jogo sóbria e consciente.
Mais um título para o nosso museu, mais um título com o vídeo vasco, para azia de muitos porta-melões.

E alguém viu imagens dos adeptos benfiquistas nas bancadas ontem? Da festa que fizeram em quase todo o jogo? Eu não vi, mas confesso que posso ter estado distraído ao ver o Pizzi a espalhar magia, o Jonas a tocar na bola ou o Fejsa a brincar às aranhas tecedeiras. Ou talvez tenha sido durante os doutos comentários do sr. Tadeia, enquanto dissertava sobre o demérito do Guimarães no período que vai dos 0 aos 45 minutos, aquele em que foram totalmente trucidados sem saber para que lado se haviam de virar.

Agora é apontar agulhas para quarta-feira. Encher o estádio e entrar no campeonato com o pé direito. Rumo ao penta!
De Luís Manuel a 8 de Agosto de 2017 às 16:59
Olá D'Arcy, e muito obrigado pelo teu post neste regresso do Benfica aos jogos para competições oficiais.

Acho que a nossa vitória foi merecidíssima, mas podíamos ter resolvido as coisas mais cedo. De qualquer modo, gostei bastante da nossa exibição e da actuação de toda a equipa no cômputo geral, com os jogadores a demonstrarem concentração e entreajuda. Grande golo do Jiménez, e outros dois foram muito bons também. Parabéns a todos pela exibição e pela conquista de mais um troféu.

Fiquei, como todos nós, triste pela saída de três jogadores de tanta qualidade e pelos quais tenho uma predilecção especial, mas hoje em dia não temos hipóteses de ombrear financeiramente com os clubes para onde eles foram. Penso que, se não sair mais ninguém (torço para que isso aconteça), temos condições para lutar pelo título e para termos um bom desempenho nas competições europeias.

Agora é concentração total para o jogo com o Braga, que é sempre difícil, fora ou em casa. Seria muito importante vencermos estes primeiros jogos.

Força, Benfica !!
De ÁGUIA GENIAL a 19 de Agosto de 2017 às 18:13
GANHAMOS BEM!
É O PRIMEIRO TÍTULO DA EPOCA, DE MUITOS QUE VAMOS GANHAR.
É CONTINUAR A GANHAR TODOS OS JOGOS.

FORÇA BENFICA!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Pouco

Longe

Arraial

Panaceia

‘Feeling’

Pequeno

Miséria

Normalidade

Selado

Horrível

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds