VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sábado, 28 de Novembro de 2020

Resgate

Vinte minutos de maior intensidade foram suficientes para conseguir o resgate de um empate que parecia quase fora do nosso alcance, num jogo pobre de parte a parte. Este resultado deixa-nos com um pé na fase seguinte, mas dependentes de terceiros para chegar ao primeiro lugar do grupo.

1.jpg

Com sete jogadores indisponíveis para o jogo, não eram esperadas grandes surpresas no onze. Mas mesmo assim o Hélton na baliza e o Chiquinho no meio campo ao lado do Gabriel foi algo inesperado, com o Pizzi a começar no banco. O jogo não foi particularmente bem jogado, e para isso terá também contribuído o golo madrugador do Rangers. Logo aos seis minutos, num lance onde achei que houve demasiada passividade da nossa equipa, os escoceses colocaram-se em vantagem. Um cruzamento do lado esquerdo do ataque deles permitiu um cabeceamento ao qual o Helton correspondeu com uma grande defesa. Mas a bola não foi afastada da área, e foi novamente um jogador adversário a ganhar de cabeça nas alturas e afazer a recarga, que levou a bola à trave. Como não há duas sem três, e com metade dos nossos jogadores a olhar, veio o terceiro remate para o golo. Ganhar três bolas dentro da área não deixa a nossa defesa nada bem vista, e tenho a impressão que se fossem necessárias seis ou sete recargas até a bola entrar os escoceses ganhá-las-iam todas. Parece-me claro que o Everton neste momento não tem grande capacidade defensiva - é só ver a forma como ficou parado no lance do golo, e em jogos anteriores quantos dos golos adversários nascem naquele lado. Ao amarrá-lo a estas funções tácticas estamos a perder o potencial desequilibrador dele na frente e a 'ganhar' um jogador que compromete defensivamente em quase todos os jogos. A partir do golo o tom do jogo ficou mais ou menos definido. Benfica com mais bola e como habitualmente a insistir muito pela zona central (a excepção eram algumas investidas do Grimaldo pela esquerda), o Rangers resguardado atrás e a tentar sair rápido e quase sempre com futebol directo. Uma coisa que me pareceu evidente neste jogo foi o quão desprotegida ficou o nosso meio campo defensivo - e consequentemente a nossa defesa - sempre que a bola era perdida no ataque. Frequentemente os jogadores adversários conseguiam receber a bola quase à vontade e de frente para os nossos defesas. Com Gabriel e Chiquinho em campo fez-nos falta um verdadeiro médio defensivo, o que aliás se tem verificado na maioria dos jogos em que temos sofrido vários golos e continua a fazer-me estranhar o empréstimo do Florentino. Criámos um ou dois lances de algum perigo - um remate do Everton para  a bancada quando estava em posição privilegiada para marcar, e um cabeceamento falhado do Seferovic, que cabeceou de raspão na bola mesmo em frente à baliza - mas o jogo não teve muito mais motivos de interesse.

2.jpg

E assim continuou na segunda parte. O Benfica mexeu cedo, trocando o Chiquinho e o Waldschmidt pelo Pizzi e o Diogo Gonçalves, mas pouca diferença fez e foi o Rangers quem, numa rara subida ao ataque, chegou ao segundo golo. Foi um grande golo, num remate de fora da área a levar a bola ao ângulo, mas mais uma vez ficou evidente como a falta de um médio defensivo deixou desprotegida a nossa zona central quando somos apanhados numa transição rápida - o autor do golo encarou de frente os nossos defesas e progrediu sem oposição até rematar à entrada da área. Como reacção ao golo trocámos o Gilberto pelo Gonçalo Ramos, e foi aqui que se começou a notar diferença na nossa equipa. Não só pela presença e mobilidade do Gonçalo Ramos no ataque, mas também pelo recuo do Diogo Gonçalves para lateral direito, onde trouxe uma dinâmica e agressividade nunca vistas enquanto o Gilberto esteve em campo (com as duas primeiras trocas o Diogo tinha ido ocupar o lugar do Rafa na direita e este tentou formar a dupla de ataque com o Seferovic; com a entrada do Gonçalo o Rafa regressou à direita). Antes disso para vermos algum jogo pelos flancos era necessário esperar por alguma investida do Grimaldo pela esquerda, mas depois passou a ser quase sempre por aquele lado, para onde o Pizzi e o próprio Gonçalo Ramos caíam muitas vezes, que o Benfica passou a criar quase todo o perigo. O Benfica já até aí tinha boa parte das despesas do jogo, mas passou a ser mais perigoso e a trocar a bola de forma mais eficiente e incisiva, em contraponto aos sucessivos passes laterais que ia fazendo sem progressão até aí. O primeiro golo surgiu aos setenta e oito minutos, resultado de mais uma jogada pela direita, com cruzamento para o Everton amortecer para a tentativa de remate do Seferovic, que acertou apenas nas orelhas da bola. Esta sobrou para o Gonçalo Ramos, que fez a recarga para a bola embater num par de defesas do Rangers antes de entrar na baliza. Novo ânimo para a nossa equipa, e ficámos ainda mais em cima do adversário, quase sempre a insistir pela direita. E foi por aí que nasceu o golo do empate, apenas três minutos depois do primeiro golo. A bola viajou pelos pés do Diogo Gonçalves, Rafa, Pizzi, e Gonçalo Ramos até regressar aos pés do Pizzi, que de pé esquerdo quase na marca de penálti, e rodeado de jogadores adversários, fuzilou a baliza. Estava conseguido o empate e ainda havia tempo para tentar chegar à vitória, mas apenas num remate de ressaca do Gabriel voltámos a criar perigo.

3.jpg

Os destaques são para o Gonçalo Ramos, Diogo Gonçalves e Pizzi, porque só com eles em campo é que o Benfica conseguiu, durante vinte minutos, jogar o futebol que mais nos interessava. No resto do tempo tivemos muita bola mas poucas ideias. Durante esse período, acho que o o Grimaldo e o Rafa foram dos mais esforçados.

 

Com a vitória do Standard nos momentos finais no outro jogo do grupo ficámos com cinco pontos de avanço e dois jogos por fazer, o que significa termos o apuramento na mão, que poderemos garantir já no próximo jogo - até um empate pode servir, caso o Standard não vença o Rangers. Neste jogo voltou a ser visível o quão expostos ficamos defensivamente em determinadas situações de jogo. Julgo que até que resolvamos a questão do médio defensivo, será difícil evitar estes problemas.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:19
link do post
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Obrigação

Banco

Exemplar

Madrugadora

Pouco

Inconsistência

Confrangedora

Arrasador

Sofrível

Solidez

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds