VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 12 de Janeiro de 2016

Resposta

Depois de uma goleada a uma equipa da Madeira, fomos à ilha golear outra equipa num jogo disputado em dois episódios, devido à habitual aparição do nevoeiro na Choupana. Regressamos de lá com mais três pontos, a satisfação do dever cumprido com distinção, e a moral em alta.

 

 

Foi com o mesmo onze que tinha goleado o Marítimo que entrámos em campo. Sobre os sete minutos e meio disputados ontem pouco há a dizer, dado que eu pelo menos nem sequer consegui ver o que quer que fosse no meio das brumas. Mas hoje o mote foi dado logo na primeira jogada após o reatamento: canto para o Nacional, bola recuperada e rapidamente a equipa saiu para o ataque (sim, fizemos uma transição rápida) e deixou o Carcela na cara do guarda-redes, mas infelizmente a finalização não foi a melhor. Insistindo sobretudo pelo lado esquerdo, o Benfica entrava quase como queria pela defesa do Nacional, faltando apenas mais acerto na finalização para dar expressão à superioridade do Benfica no jogo. Esta fase inicial deu mesmo para ficar preocupado com a má finalização dos nossos jogadores, já que normalmente não se têm tantas ocasiões tão claras para marcar num jogo, e portanto o desperdício poderia sair caro. Especialmente quando até o Jonas, depois de uma jogada do Renato Sanches (mais uma vez pela esquerda) e centro, atirou por cima quando estava a pouco mais de um metro da linha de golo. Mas rapidamente o Jonas se redimiu do falhanço, pois mais uma investida pela esquerda culminou num centro perfeito do Carcela para um cabeceamento colocado, sem sequer ser necessário tirar os pés do chão. A resposta do Nacional foi dada apenas por um remate perigoso de fora da área, no qual o Júlio César mostrou estar atento, mas o Benfica continuou a mandar no jogo quase como queria, forçando mesmo o treinador do Nacional a fazer logo uma alteração ainda na primeira parte, para tentar reforçar o meio campo. Quando soou o apito para o intervalo a vantagem de apenas um golo para o Benfica já era curta para a superioridade por nós demonstrada.

 

 

Mais injusto se tornou o resultado logo aos cinco minutos após o intervalo, pois o Nacional chegou ao empate num lance que só se pode classificar de anedótico no qual os nossos centrais ficaram muito mal, pois foram muito pouco expeditos a aliviar a bola da área, andaram para ali a embrulhar-se com ela, e um adversário acabou por conseguir um remate enrolado que ainda foi desviado pelo pé do Júlio César, levando a bola a rolar muito devagarinho até ultrapassar a linha de golo. Mas o Benfica não abanou nada com o golo, e até respondeu logo no minuto seguinte com um golo do Jiménez, anulado por fora-de-jogo milimétrico. Mas sete minutos depois do empate o Benfica voltou à vantagem num golo lindo pela sua simplicidade. Três toques bastaram para colocar a bola no fundo da baliza do Nacional: lançamento de linha lateral executado pelo Eliseu, bola colocada directamente para o desmarcado Jiménez sobre a linha de fundo, cruzamento de primeira e remate também de primeira do Jonas, de pé esquerdo, a colocar a bola bem junto da base do poste sem qualquer possibilidade de defesa. E mais cinco minutos decorridos acabámos com quaisquer dúvidas, quando o Jonas completou o hat trick. Um daqueles cruzamentos longos que o André Almeida costumava tentar cinquenta vezes por jogo (verdade seja dita que, felizmente, tem vindo a abandonar esse hábito) saiu perfeitinho para a cabeçada do Jonas, mais uma vez a fazer a bola entrar bem juntinho do poste e sem possibilidades de defesa para o guarda-redes. A patir daqui as maiores expectativas passaram a ser ver se o nevoeiro não voltava a estragar tudo (e ameaçou diversas vezes) e se o Benfica conseguiria ainda ampliar a vantagem. Creio que a nossa equipa até ficou algo deslumbrada e chegou a mostrar alguma displicência, porque senão teria mesmo marcado mais golos - o pior exemplo até foi dado na defesa, quando um passe horrendo do Fejsa deixou um adversário completamente isolado e com tudo para marcar. Felizmente era um jogador que estava em inferioridade física, e a sua finalização foi ao nível do passe do Fejsa. Já sobre o final do jogo o Mitroglou (tinha entrado para o lugar do Jiménez) fez o quarto golo após uma boa iniciativa individual, num remate cruzado da direita, que pela quarta vez no jogo fez a bola entrar juntinho ao mesmo poste direito da baliza do Nacional (hoje os nossos jogadores estavam todos com a pontaria afinada para aquela zona da baliza). E o golo até resultou de (mais) uma transição rápida após uma recuperação de bola, com o passe decisivo a sair dos pés do Pizzi.

 

 

É claro que o homem do jogo é o Jonas. Começou com um falhanço muito pouco habitual nele, mas depois foi simplesmente mortífero em frente à baliza, obtendo três golos em outras tantas finalizações de primeira. Já o disse noutros jogos, ele joga, faz jogar e ainda marca. É um luxo termos um jogador com esta qualidade. Muito bom jogo do Fejsa também, que se impôs no meio campo e que à medida que vai ganhando ritmo parece estar bem mais atento e eficaz nas dobras aos colegas da defesa. A continuar na forma que tem apresentado nos últimos jogos, ganhou definitivamente o lugar ao Samaris. A única mancha na exibição foi mesmo aquele passe que isolou um adversário. Carcela e Pizzi também em bom plano, e a melhoria da qualidade do futebol do Benfica nos últimos jogos tem passado muito pela acção dos nossos alas e a forma como têm sabido participar nas acções do meio campo, aparecendo frequentemente bem metidos para dentro para dar linhas de passe e proporcionar oportunidades para a subida dos laterais.

 

Há duas semanas atrás, depois de perder no Estádio da Luz com um golo no último minuto, o treinador do Nacional criticou a nossa equipa por jogar tão pouco. Hoje a resposta que lhe demos foi apresentar algum do melhor futebol que lhe vimos jogar esta época, e ganhar confortável e inequivocamente um jogo tradicionalmente difícil. Após uns primeiros meses pouco motivadores, começo agora a ver sinais de evolução no nosso futebol, e isto com uma equipa muito desfalcada de alguns dos seus maiores valores. Mérito do treinador, e fico com a esperança de que a evolução seja para continuar.

tags:
publicado por D`Arcy às 03:25
link do post | comentar
17 comentários:
De Ruil a 12 de Janeiro de 2016 às 09:10
PETIÇÃO VMOC ZPORTING LISSABON
Petição contra a discriminação no tratamento das dívidas dos clubes aos bancos / contra o prolongamento do vencimento das VMOC do Sporting

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT79624
De a 12 de Janeiro de 2016 às 09:34
UM DIA É DA CAÇA
OUTRO DIA É DO CAÇADOR

RUI SANTOS TENS ENTRE MÃOS
UM DILEMA PARA RESOLVER

TODOS NOS LEMBRAMOS DAS MISERÁVEIS INSINUAÇÕES
FEITAS À DECISÃO DE UM FISCAL DE LINHA TER ASSINALADO (BEM)
UM FORA DE JOGO, DECISÃO ESSA QUE SÓ PODIA TER SIDO TOMADA
PARA BENEFICIAR O BENFICA
CONSIDERANDO QUE DA POSIÇÃO EM QUE SE ENCONTRAVA O FISCAL
TERIA SIDO IMPOSSIVEL AJUIZAR CORRECTAMENTE

EHEHEHEHEHHEHEEHEH

E AGORA RUI SANTOS????????????????

QUE VAIS TU DIZER MEU PEQUENINO
DO PENALTI QUE DESBLOQUEOU A VITÓRIA DO TEU CLUBE
FRENTE À VÍTIMA CHAMADA BRAGA???

EHEHEHEHEHEHEH

MOSTRA AÍ A MASSA DE QUE ÉS FEITO

MOSTRA AÍ SE USAS CALÇAS DE HOMEM

E JÁ AGORA QUANDO É QUE COLOCAS LÁ NO TEU PROGRAMA
DAS TERÇAS FEIRAS NA SICN DOIS CONTADORES DE TEMPO
PARA CONTAR OS DIAS QUE VÃO PASSANDO ATÉ QUE O SULIMANI
SEJA EXPULSO E SEJA CASTIGADO PELA FPF PELAS BÁRBARAS
AGRESSÕES QUE VAI PROTAGONIZANDO PELOS CAMPOS DE PORTUGAL IMPUNEMENTE

(SOBRE ESSAS AGRESSÕES SISTEMÁTICAS RUI SANTOS TAMBEM PODIAS COLOCAR
UMA PERGUNTA AOS ESPECTADORES.
O QUE LEVA UM PACATO CIDADÃO COMO SULIMANI QUE FORA DOS CAMPOS ATÉ TEM AR DE RAPAZ SIMPÁTICO
A TRANSFORMAR-SE EM AGRESSOR MILITANTE NOS CAMPOS DE FUTEBOL E SEMPRE SEMPRE
NAS SEGUNDAS PARTES DOS JOGOS?????)

ESTAMOS TODOS CURIOSOS DE SABER A OPINIÃO DE SUA EXª SR RUI SANTOS
SOBRE A DECISÃO DE JORGE SOUSA NEM AMARELO TER MOSTRADO
A UMA VIOLENTISSIMA AGRESSÃO FEITA A UMA PERNA DE UM BRACARENSE
PELO SR JOÃO MÁRIO, AGRESSÃO OCORRIDA 3 METROS À FRENTE DESSE ""CEGO"" APITADOR
AGRESSÃO QUE ATÉ EM CASA CAUSA DOR SÓ DE VER

E VÁ LÁ SERÁ QUE FINALMENTE O SR RUI SANTOS ASSUMIRÁ
QUE A ACTUAL CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO É UMA FRAUDE DESPORTIVA???

QUE O SCLISSABON TEM SIDO BENEFICIADO DE TAL FORMA
QUE OS TEMPOS DOS BENEFICIOS DO APITO DOURADO PARECEM UMA BRINCADEIRINHA DE CRIANÇAS???

E QUE SEMPRE QUE O SCLISSABON É CAMPEÃO AS VERGONHAS ATINGEM O SEU ZENITE???

DA ÚLTIMA VEZ FORAM PARA AÍ UNS 30 PENALTIS
UM DOS QUAIS PROVOCADO PELO VENTO COMO MUITO BEM DISSE MÁRIO JARDEL

MAS PARECE QUE NESTE TODAS AS AJUDAS SERÃO BATIDAS (E VAMOS VER SE CHEGAM)

EHEHEHEHEHEH

VÁ LÁ RUI SANTOS TEM CORAGEM PARA DENUNCIARES O QUE DEVE SER DENUNCIADO

NÃO SEJAS TONEL
De Henrique Teixeira a 12 de Janeiro de 2016 às 10:07
Esta vitória foi excelente e obviamente deixou-me muito feliz:
Por termos respondido muito bem às vitórias dos rivais na véspera; por ter sido expressiva; pelas muitas oportunidades de golo criadas; por termos realizado um dos melhores jogos da época; por ter sido conquistada num campo difícil; por tradicionalmente o Benfica ser campeão quando lá ganha.
Só lamento as soberanas ocasiões de golo desperdiçadas e o golo oferecido.
A contratação de Jonas já foi fundamental para a conquista do último campeonato e esta época parece ainda estar melhor. Grande jogador.
Espero que as minhas dúvidas, bem como as de muitos Benfiquistas, relativamente às capacidades de Rui Vitória sejam completamente dissipadas.
Este jogo deixou-me otimista. Não esperava tanto.
Agora acredito no título.
De moleculasdeamorpelobenfica a 12 de Janeiro de 2016 às 10:50
O que me deixa cheio de alegria é a forma como a equipa jogou. audaz e organizada. Futebol de qualidade. Quando se joga assim estamos muito perto do sucesso. Para continuar por favor!
Continuo a pensar que a equipa precisa de um médio centro de 24/25 anos com bom poder físico e qualidade técnica, um Enzo Perez. Um extremo com essas características também me parece fundamental para antecipar a saída de um dos extremos no Verão.
De Manuel Afonso a 12 de Janeiro de 2016 às 11:54
Chamem os parapsicólogos. Chamem os bruxos e os cartomantes. Os astrólogos e os avistadores de OVNIS. Chamem-nos a todos, que há fenómenos extra-sensoriais a acontecer em Portugal!!!

Mas então não é que uma equipa de futebol com um plantel fraquíssimo, treinada por um não treinador, ainda por cima decapitada de vários dos seus titulares mais valiosos, acaba a primeira volta do campeonato não no segundo lugar a contar do fim, mas sim a contar do princípio?!?!?
Pasmem-se, consegue ir em igualdade pontual com o melhor plantel não só da Terra mas também de Marte, e a apenas 4 pontos do plantel mais valioso de Portugal e também de Alvalade, treinado pelo melhor do Universo e da Rua dele.

Mas a isto ainda há que juntar o mais extraordinário acontecimento que a ciência não explica.
Uma equipa sem fio de jogo, sem organização, sem táctica, sem modelo, sem nada, consegue o milagre de ser o melhor ataque do campeonato com 45 golos em 17 jogos.
Mas de pasmar é o facto de ter mais 10 golos marcados que a máquina de jogar futebol vestida com a tenda de praia branca com riscas verdes, e mais 9 que o fabuloso plantel que veste tendas de praia brancas às riscas azuis.

Dir-me-ão que a falta de qualidade do jogo da equipa se vê na defesa. Que é aqui que se marca a diferença para as duas equipas superiormente orientadas e únicos candidatos ao título de campeão nacional.
Daí a diferença abissal no que respeita aos golos sofridos. Mais 1 que os banhistas do norte, e mais 2 que os concessionários da praia do rio Trancão, que gente da nobreza não se mistura.
Sofremos portanto 11 golos em 17 jornadas. Um exagero.

Se calhar o problema é que ando à procura da gente errada para me explicar estes números de forma que se perceba.
Eu não deveria evocar bruxas, cartomantes ou astrólogos.
Quem me sabe explicar isto muito bem, de forma absolutamente clara e transparente, são as viúvas do Jorge Jesus. Essas é que percebem desta poda.
Estou certo que vão aparecer por aqui aos magotes com a explicação para este problema que ocupa a mente dos mais brilhantes matemáticos.

Aos magotes talvez não, que me dizem que ultimamente tem havido muita gente a desfazer-se das pesadas vestes negras, e a por uns vestidos leves e floridos, a fingir que para eles sempre foi Primavera.



De RedRyan a 12 de Janeiro de 2016 às 13:24
Vitoria deu 3 pontos (e marcaram-se muitos golos). Desculpem algum cepticismo mas ainda preciso de ver para crer. O Benfica precisa de pegar e estaca e ser mais agressivo. Não precisamos, nem devemos, imitar ninguém Espanta-me o facto de a mesma equipa campeã não estar no topo da classificação . Penso que com o tempo chegaremos lá se contudo melhorarmos o nosso jogo.
Quanto ao bate boca RV e JJ . Deixem os peixeiros falarem e nos que ganhemos os jogos que esse sim é o nosso campeonato.
De antonio fonseca a 12 de Janeiro de 2016 às 13:43
Boa tarde,

Mais uma vitória sem espinhas, contrastando com a dos viscondes do Lumiar. estes mais uma vez foram levados ao colo pelo seu grande amigo apitador de seu nome jorge . Este mais uma vez viu uma penalidade inexistente. Só não viu a penalidade neste mesmo burgo cometida por esse pequenino jogador mas grande sarrafeiro que é o lateral direito dos calimeros.

A nossa vitória sobre um adversário e um campo difícil tem um sabor especial porque calou o machadinho da madeira que enfim viu aquilo que não tinha visto no jogo para a taça da liga.

Os quatro pontos mantêm-se porém e se os de negro vestidos não ajudassem os viscondes decerto que a posição na tabela era a inversa.

Espero que esses jorges que andam a denegrir a arbitragem façam o seu trabalho de uma forma isenta para que a verdade desportiva venha á superficie.

Saudações benfiquistas.
De Sérgio a 12 de Janeiro de 2016 às 14:39

Mais uma vez uma descrição fiel do que se passou em campo. Obrigado D'Arcy.

Como eu tinha dito antes desta jornada, uma vitória na Madeira colocaria o RV com uma média de pontos que começava a "fazer cócegas" às conseguidas pelo JJ quando treinava o Benfica. E aconteceu uma vitória bem gordinha. Começo a ficar com um pouco mais de esperança em relação a este campeonato. E o JJ está a ficar preocupado. Estando com 4+4 pontos de avanço no final da primeira volta, pode passar por umas das suas maiores vergonhas no final da época. E não nos esqueçamos que nas últimas 3 jornadas irá à casa do Porto e do Braga. Pode ganhar peito nas próximas jornadas, mas se a distância pontual não se agravar, o nervosismo começará a atacar.

De Beirão Vermelho a 12 de Janeiro de 2016 às 15:32
Grande Manuel Afonso, completamente de acordo!

Quem trabalha empenhadamente, convictamente e seriamente, mais tarde ou mais cedo acaba por recolher bons frutos (aqueles da árvore sugerida por Rui Victória).

Eu acredito no TRI!
De Zico a 12 de Janeiro de 2016 às 18:01

Muito bom jogo do nosso BENFICA. Pena os quatro falhanços antes de 0-1 que poderiam ter dado quatro belos golos sem espinhas.
Mais uma entrada (PISÃO) AO NOSSO rAÚL jIMÉNEZ que ficou sek o respectivo cartão amarrelo. Enfim, mais do mesmo. Fejsa estve bem, mas teve um lance de principiante que poderia ter dado o 2-3 ao Nacional e ressustcitado esta equipa para o jogo, como fez o PALERMA do jogadorzeco do braga contra o riporting dos falidos de alvalixo ao cometer um penalty estúpido e ABSOLUTAMENTE DESNECESSÁRIO, que acabou por ressuscitar os répteis do RANHO-verde, e no fim do jogo, quatro pasmões da defesa do braga deixaram o slimani cabecear SOZINHO, SEM NENHUMA MARCAÇÃO OU ESTORVO para o golo da vitória, num cruzamento que vem junto da linha lateral, portanto fácil para os defesas centrais corrijirem posições e dificultarem a accção do avançadp do riportng. enfim, contra o nosso BENFICA nem um centímetro de espaço livre dão, comem a relva, matam-se, etc.etc,etc,.. contra os outros é sempre a aviar nas FACILIDADES.

Carcela, muito bom. Dá agressividade física à equipa. No remate e nos cruzamentos de grande classe é até superior ao Gaitan que cruz mais lento e muito para cima do guarda-redes adversário.

TEMOS DE DEFENDER O NOSS0 BENFICA contra os NOSSOS INIMIGOS, pois eles não olham a meios para impedirem que sejamos TRI-CAMPEÕES. Nós BENFIQWUISTAS TEMOS DE FAZER IGUAL OU AINDA PIOR. MUITO PIOR.
O BENFICA GLORIOSO E INIGUALÁVEL MERECE TUDO TUDO TUDO DE NÓS BENFIQUISTAS.

mais uma vez o TRINCA BOLOTAS DO RIPORTNG ESVAZIOU A GAMRLA DAS BOLOTAS E COMEÇOU A besteirar.
QUEM ME DERA VER ESSE grande filho da puta morto. abria logo uma GARRAFA DE CHAMPANHE FRANCÊS.

BENFICA BENFICA BENFICA SMERPERRRRRRRRRR O MAIOR E O MELHORRRRRRR
o resto é ESTERCOOOOO ABSOLUTO.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

Crença

Evidente

Talento

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds