VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 2 de Setembro de 2019

Resposta

A melhor resposta possível ao mau jogo da semana passada: vitória convincente numa das saídas mais complicadas no campeonato. Sem sermos brilhantes, voltámos pelo menos a ser uma equipa mais ligada, mas voltámos a exibir uma das facetas mais preocupantes do nosso futebol: a extrema falta de inspiração da nossa dupla de avançados, que só à sua conta deve ter desperdiçado uma meia dúzia de ocasiões flagrantes de golo.

 

 

Notas de destaque na nossa equipa para o regresso do André Almeida e a presença do Taarabt no meio campo para formar dupla com o Florentino. Quanto ao jogo, após um período inicial em que ambas as equipas estiveram algo expectantes, tornou-se depois relativamente aberto, com as equipas a tentar chegar rapidamente à frente quando tinham a bola. Mas apesar do jogo ser repartido em termos de posse de bola e ataques, o Benfica conseguiu quase sempre ser muito mais perigoso, sobretudo quando foi capaz de subir a linha de pressão bem para dentro do meio campo do Braga. Uma diferença óbvia e para melhor no nosso jogo foi dada pela presença do André Almeida na direita. Mesmo sem precisar de fazer um grande jogo, termos um lateral com a capacidade de conduzir a bola e cruzar com o pé direito deu-nos logo muito mais profundidade por aquele lado e não fomos uma equipa tão balanceada para a esquerda, como tinha sucedido nos últimos jogos. No meio, o Taarabt foi extremamente agressivo nas tarefas defensivas, o que é uma faceta que definitivamente não lhe associava. Uma característica essencial para um 'numero oito' e uma demonstração que está mesmo um jogador transfigurado com o Bruno Lage. Logo nos minutos iniciais a arbitragem não viu um corte grosseiro de um jogador do Braga com a mão quando o De Tomas tinha a possibilidade de se isolar após um pontapé longo do Vlachodimos. O Benfica chegou ao golo aos vinte e cinco minutos, num penálti marcado pelo Pizzi depois do Florentino ter sido pontapeado na cara. Em vantagem, o Benfica começou a criar ocasiões de golo sucessivas e suficientes para ficar mais descansado no jogo, mas só o Seferovic conseguiu desperdiçar três escandalosas quando o que parecia mais fácil era marcar. O que nos podia ter custado caro, porque o Braga não criou muitas ocasiões de golo mas quando criou uma, o Ricardo Horta acertou no poste quando estava em muito boa posição para marcar.

 

 

Se podíamos recear uma segunda parte complicada, depressa ficámos descansados. Ao fim de apenas seis minutos já tínhamos dilatado a vantagem para três golos. Primeiro com mais um golo do Pizzi, logo aos dois minutos. Uma boa jogada colectiva do Benfica, a fazer circular a bola em jogo interior para libertar o André Almeida na direita, que depois fez o cruzamento a meia altura para a área, onde surgiu o Pizzi a finalizar muito bem de primeira e com o pé esquerdo. Nada melhor para o André Almeida do que assinalar o regresso à equipa com uma assistência para golo, a exemplo daquilo que tantas vezes fez a época passada. Quatro minutos depois, um autogolo do Bruno Viana quando tentou interceptar um cruzamento do Seferovic, que fugiu pela esquerda, para o De Tomas. O jogo ficou praticamente decidido aí, apesar de ainda haver muito tempo para jogar. Mas o Benfica estava muito confortável no jogo, e apesar do Braga nunca ter deixado de tentar chegar ao golo a verdade é que não conseguia criar muito perigo, enquanto que o Benfica ia tendo cada vez mais espaço para tentar contra-atacar com sucesso. Já com o Jota em campo, no lugar do De Tomas, o Benfica deu uma expressão ainda mais dilatada ao marcador e chegou ao quarto golo a cerca de um quarto de hora do final. Novo autogolo, desta vez do Esgaio, quando cortou de forma desastrada um cruzamento do Jota que seguia na direcção do Seferovic ao segundo poste. Uma vitória bastante folgada num campo onde muitos antecipavam que passássemos por dificuldades e o resultado ideal para espantar os maus espíritos criados com a exibição da semana passada.

 

 

Os melhores do Benfica foram a dupla do meio campo, Taarabt e Florentino. Uma boa parte do nosso jogo passou sempre pelos pés do marroquino, que ainda mostrou a agressividade defensiva suficiente para podermos vê-lo finalmente como uma alternativa válida ao Gabriel. O Florentino fez mais uma exibição ao nível do que tem vindo a mostrar e que o tornam neste momento praticamente um titular indiscutível. À medida que ganha experiência e confiança está também a aventurar-se cada vez mais em zonas próximas da área adversária. O Pizzi voltou a ser decisivo e mais uma vez se confirma que quando ele se ausenta de um jogo, como na semana passada, somos muito diferentes para pior. Uma menção também para o Ferro, que na minha opinião fez um jogo muito bom, dando também uma óptima resposta à exibição menos feliz no Clássico.

 

Vamos para a primeira pausa no campeonato no segundo lugar, um ponto atrás do surpreendente Famalicão. Depois do enorme apagão da semana passada foi bom ver o Benfica responder desta forma e voltar a ganhar confortavelmente. Esperemos que entretanto o Gabriel possa recuperar da lesão para que nos apresentemos mais fortes no regresso.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:22
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Brindes

Caro

Descolorida

Uff!

Pormenores

Resposta

Aberração

Retranca

Bis

Manita

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds