VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Sexta-feira, 12 de Abril de 2019

Soberba

Foi um excelente resultado contra um opositor fortíssimo, que ainda não tinha perdido esta época na Liga Europa e que desde Dezembro que não perdia um jogo oficial (quinze jogos sem perder). Ainda assim deu para sair da Luz com alguma pena por não termos conseguido uma vantagem mais confortável para a segunda mão. Mas na memória de todos vai ficar a soberba exibição do João Félix, a anunciar o seu nome a toda a Europa.

 

 

Para não variar, imensas mexidas no onze. Foram seis as alterações em relação ao último jogo, tendo ficado de fora André Almeida, Ferro, Florentino, Pizzi, Taarabt e Seferovic, entrando Corchia, Jardel, Fejsa, Cervi, Gedson e Rafa. Pensei que o Rafa formaria a dupla de avançados com o João Félix, mas afinal o Benfica jogou num esquema mais próximo do 4-2-3-1, com o Rafa na direita e o Gedson no apoio ao avançado. O primeiro quarto de hora foi complicado para o Benfica. O Frankfurt apresentou-se a jogar com um ritmo muito forte, a pressionar no campo todo, com transições muito rápidas e a impedir que o Benfica saísse a jogar. Logo nos minutos iniciais passámos pelo primeiro susto, quando um erro do Jardel permitiu ao Jovic isolar-se e só a dobra feita pelo Grimaldo impediu o pior. Quando começámos a libertar-nos um pouco do colete alemão, a coisa não podia ter sido feita da melhor forma: o João Félix recebo a bola na zona frontal da área e quando se esperava um remate saiu um passe a isolar o Gedson, que foi derrubado pelas costas por um adversário. Penálti, vermelho e golo do João Félix. Os alemães não reagiram à expulsão como se calhar se esperaria. Não fizeram qualquer substituição, mantiveram os dois avançados e arriscaram manter-se a jogar com três defesas, deixando ao médio ala a tarefa de fechar a esquerda quando defendiam. Resultou daqui um jogo aberto e disputado sempre a um ritmo alto, adivinhando-se mais golos. Mas o Benfica, na minha opinião, não soube tirar partido da superioridade numérica e deixou mesmo que os alemães conseguissem fazer parecer que ela não existia. Era importante não sofrer golos, mas quem via o jogo facilmente concluía que seria difícil tal não acontecer. E isso confirmou-se a cinco minutos do intervalo, num lance em que acumulámos erro após erro até a bola entrar na nossa baliza. Primeiro, um passe feito para o Fejsa que já estava pressionado. Depois este, em vez de se desfazer da bola, agarrou-se demasiado a ela até ser desarmado. E a seguir, a bola sobrou para o Rebic, ficando uma situação de dois jogadores do Frankfurt para três defesas nossos. O que não seria grave, mas o Rúben Dias entrou à queima e foi facilmente batido e depois o Jardel simplesmente esqueceu-se de marcar o Jovic, que foi para quem seguiu a bola para este marcar um golo fácil. Felizmente a resposta foi imediata, pelos pés do João Félix para o golo da noite. Ainda bem de fora da área, remate a meia altura potentíssimo que fez a bola entrar junto do poste. Faltavam dois minutos para o intervalo e até lá o Cervi ainda desperdiçou duas ocasiões flagrantes de golo e o Frankfurt marcou mesmo na sequência de uma bola parada, mas o golo foi anulado por fora-de-jogo de um jogador que interferiu na jogada.

 

 

Na segunda parte o Benfica surgiu muito diferente e a mostrar finalmente capacidade para explorar a superioridade numérica. Muito mais certeza no passe e velocidade na circulação da bola e variação dos flancos e pela primeira vez vi o Frankfurt quase encostado às cordas. O Rafa deu o primeiro aviso ao atirar ao poste (o auxiliar ainda levantou a bandeira mas o árbitro ignorou porque a bola veio de um jogador alemão) e decorridos apenas cinco minutos estava feito o terceiro golo. Canto do Grimaldo na direita, desvio do João Félix ao primeiro poste e o Rúben Dias surgiu completamente sozinho em frente à baliza para cabecear. Os cantos estudados que o Benfica tentou sempre acabaram por dar resultado - o posicionamento dos jogadores antes do canto ser marcado e a forma como se movimentam é algo pouco visto. Quatro minutos depois, mais um golo e hat trick do João Félix. Um exemplo perfeito da forma como o Benfica estava a saber explorar a superioridade numérica, com a bola a ser torcada entre os nossos jogadores até viajar rapidamente da direita para a esquerda, situação que nos deixou imediatamente numa situação de 5 x 4. A bola seguiu para o Grimaldo, que entrou na área e fez o passe atrasado para a entrada da mesma, onde estava o João Félix para fazer o remate final. Nesta altura o Benfica estava muito por cima no jogo e o cenário mais provável seria marcarmos ainda mais e deixar a eliminatória muito bem encaminhada. O Seferovic entrou para o lugar do Rafa a meia hora do final e dez minutos depois dispôs de uma ocasião flagrante para fazer isso mesmo. Isolado por um passe do João Félix (sempre ele) acabou por permitir a defesa ao Trapp. Não marcámos nós e quase na resposta marcou o Frankfurt. Num pontapé de canto (resultado de uma asneira do Pizzi, que poucos minutos antes tinha rendido o lesionado Corchia) e apesar da superioridade numérica, de alguma forma o Gonçalo Paciência foi deixado completamente à vontade para cabecear sem sequer tirar os pés do chão e relançar a eliminatória. Culpas maiores para o Jardel neste lance, que é quem falha a marcação e o corte. Depois disto os alemães foram mais cautelosos (nunca deixaram de tentar o golo, mas passaram a jogar com quatro defesas fixos) e o resultado manteve-se até final sem grandes ocasiões de parte a parte - apenas um remate com algum perigo para cada uma das equipas.

 

 

Nem seria necessário dizer que o homem do jogo foi o João Félix. Três golos, assistência para o outro, tendo ainda sido dele o passe para o Gedson acabar derrubado no lance do penálti, e ainda aquele passe a isolar o Seferovic que podia ter dado o quinto golo. Foi uma exibição sem mácula que só deverá ter servido para atrair ainda mais atenções sobre si. Para além dele, grande jogo do Samaris, e ainda menções para o Rúben Dias e o Grimaldo. No oposto, Jardel e Fejsa ainda a mostrarem muita falta de ritmo, e estiveram ligados aos dois golos que sofremos.

 

Estamos em vantagem mas a eliminatória está muito longe de estar decidida. O Frankfurt é uma equipa muito forte e tem mais do que capacidade para virar este resultado. E quando nos lembramos do registo absolutamente horrível que o Benfica tem a jogar na Alemanha, parece-me que qualquer tipo de optimismo exagerado será descabido. Por agora, foco na Liga e no Setúbal, que passou a ser agora o jogo mais importante da época, como o serão todos os jogos que se seguem.

 

P.S.- Não gosto de escrever estas coisas, mas nos jogos europeus normalmente o público da Luz é algo diferente do habitual. Para os benfiquistas que esta noite lá foram e que se entreteram a assobiar esporadicamente a equipa nos minutos finais só porque não se atiravam desenfreadamente para o ataque, para a próxima se calhar é melhor pensarem duas vezes e ficarem por casa. A atitude é ainda mais aberrante quando comparamos com a imensa falange de apoio que o Frankfurt trouxe, que mesmo a perder por 4-1 e com a equipa encostada às cordas não se calou um minuto no apoio à sua equipa.

tags:
publicado por D`Arcy às 00:57
link do post | comentar
37 comentários:
De Anónimo a 12 de Abril de 2019 às 07:39
Acho que desta vez falta aí algo: uma menção positiva ao Gedson.
De Jastoman a 12 de Abril de 2019 às 07:40
Acho que desta vez falta aí algo: uma menção positiva ao Gedson.
De Olho d´Águia a 12 de Abril de 2019 às 10:09
E uma menção negativa ao Fejsa.Que pastelão lentíssimo.
De D`Arcy a 12 de Abril de 2019 às 13:43
Eu menciono o Fejsa e o Jardel como exibições negativas.
De Olho d´Águia a 12 de Abril de 2019 às 16:59
Com certeza, amigo DÁrcy. Só respondi por impulso imediato, pois ainda nem sequer tinha lido todo o post sobre este jogo.

Viva o Benfica.
De D`Arcy a 12 de Abril de 2019 às 13:42
Sim, de facto esqueci-me do Gedson.
De antonio fonseca a 12 de Abril de 2019 às 11:04
Bom dia,

Exibição boa, com uma boa vitória,sobre um grande adversário. Dificultou-nos muito e vai dificultar na Alemanha.

Pela positiva temos que pôr em destaque João Félix pelos 3 golos e pelo que jogou. Samaris e Gedson com exibições de categoria também estiveram muito bem.

Pela negativa temos 3 jogadores que estiveram nos golos do adversário. Fejsa muito mal, lento e com pouco descirnimento, perde a bola que resulta o 1º golo do adversário. Pizzi mais uma vez mal, pressionado perde muitas bolas em zonas proibidas e no seguimento do canto 2º golo dos alemães. Jardel este muito mal nos 2 golos, no primeiro foge de Jovic dando-lhe espaço para ele marcar. No segundo golo muito mal na marcação ao ex-portista paciência que salta á vontade e marca.

A meu ver Fejsa e Jardel ainda não estão com preparação para entrarem na equipa. Penso que Florentino tería feito muito melhor que Fejsa assim como Ferro .

Seferovic perde uma grande oprtunidade para o 5-1 e na resposta o 4-2 depois da azelhice do Pizzi.


No domingo contra os machos de Setúbal temos que encarar o jogo como ontem o foi e aproveitar mais as oprotunidades que se deparam.

Saudações benfiquistas.
De E Pluribus Unum a 12 de Abril de 2019 às 17:02
Caro António Fonseca, estou inteiramente de acordo com o seu comentário.
Simples e mesmo assim conseguiu dizer o mais importante do jogo.
Parabéns.

BENFICA BENFICA BENFICA, sempreeeeeeeeeeeeeeeeeee o MAIOR EO MELHORRRRRRRRRRRRRRRRRRR
De Henrique Teixeira a 12 de Abril de 2019 às 12:14
Quando Bruno Lage substituiu Rui Vitória no comando da equipa viu-se esta jogar futebol como há muito não se via, com resultados imediatos que nos levaram de 7 pontos de atraso do primeiro para 2 de avanço e do 4.º para o 1.º lugar. Depois veio o inesperado empate caseiro com o Belenenses fruto de 2 erros sucessivos e ridículos como também há muito não se via. A seguir houve jogos muito pobres com o Tondela, o Sporting e o Feirense, tendo-nos custado o de alvalade a triste eliminação da Taça de Portugal.
Confesso que passei da euforia ao desânimo e como eu certamente milhares de Benfiquistas.
Finalmente, ontem voltei a ver o mesmo Benfica que sob a batuta de Bruno Lage me tinha empolgado.
Gostei também das poupanças, porque a conquista do campeonato continua a ser o principal objetivo e vai haver pouco tempo de descanso para o próximo jogo, que antevejo muito difícil. É certo que a falta de ritmo de Jardel e Fejsa nos custaram 2 golos e que estes erros nos podem custar a eliminação desta prova europeia. Mesmo assim acho que Bruno Lage fez bem a gestão do plantel.
Houve ainda a contrariedade da lesão de Corchia, a qual impediu o treinador doutra substituição que certamente teria na cabeça.
Quanto às exibições individuais o D`Arcy já disse tudo, mas nunca é demais realçar o diamante que é João Félix.
Depois deste jogo voltei a acreditar que o Benfica pode ganhar os 6 jogos que faltam para ser campeão.
Mas que vai ser tremendamente difícil, também não tenho dúvidas.
De Anónimo a 12 de Abril de 2019 às 13:21
Não sendo exageradamente optimista, até porque vai ser muito complicado a segunda mão, a verdade é que já ganhamos na Alemanha ao Bayer Leverkusen (0-1 Cardozo ) em 2013 na caminhada para a final de Amesterdão com o Chelsea.
De Redpower a 12 de Abril de 2019 às 14:46
Boa vitória e boa exibição. Infelizmente os erros individuais continuam a penalizar-nos demais. Aquela perda de bola do Fejsa é má demais. Pelo menos serviu para o acordar para o resto do jogo, pena não ter acordado assim que o árbitro apitou para o início da partida.

Venha o Setúbal!

VAMOS BENFICA!
De Artur Hermenegildo a 12 de Abril de 2019 às 14:50
Ainda em relação ao público fiquei chocado, além dos assobios, com a apatia totla no filnal do jogo. uns aplausos tímidos, como se tivéssemos acabado de jogar contra o Odivelas...

Cada vez mais essa dos "melhores adeptos do mundo" é uma ficção. Por isso é que, apesar das críticas que pelas razões que sabemos justamente merecem, nunca direi mal dos No Name.Se não fossem eles, muitas vezes o Estádio pareceria um velório.
De E Pluribus Unum a 12 de Abril de 2019 às 17:14
Isso é PURA VERDADE. Mas essa VERDADE resulta em muito de termos um "líder" MORNO, MANSO, QUIETO, INSENSSÍVEL, etc,etc,etc, sem capacidade de transmitir FORÇA E EMPENHAMENTO à Massa Associativa e Adepta do nosso Glorioso SL-BENFICA.

Luís Vaz de Camões, o nosso maior Poeta - que se fosse nosso contemporâneo só poderia ser BENFIQUISTA , tal como o são ou foram o médico Prémio Nobel da Medicina Egaz Moniz, tal como o escritor Prémio Nobel da Literatura, José Saramago, tal como o escritor António Lobo Antunes, o escritor José Cardoso Pires, este infelizmente já falecido, a pintora de renome internacional Paula Rêgo, o Presidente da ONU, António Guterres, etc,etc,etc,... - Camões, escrevia eu, já há cerca de 500 (QUINHENTOS) anos dizia, e dizia commtoda a razão:

"Um FRACO Rei faz FRACA a FORTE gente".

Essa da nossa Catedral bastas vezes parecer um "velório", tem pai, e esse pai tem bigode!!!!

BENFICA SEMRPEEEEEEEEEEEE SEMRPEEEEEEEEEEE SEMRPEEEEEEEEEEEEEEE O MAIORE O MELHORRRRRRRRRRRRRRRR
De Anónimo a 12 de Abril de 2019 às 21:21
Lá vem este personagem voltar a malhar no Presidente. Explique lá qual a interferência que o Presidente poderá ter para dentro do campo. Haja paciência.

Tal como na guerra que opôs os mexicanos aos espanhóis pela independência do seu território, um general chamou um soldado e mandou-o entregar a "carta a Garcia", sem este o conhecer, tão pouco saber onde ele estava, ainda vou falar com o burro da Barroca e pedir-lhe para o ir satisfazer com o seu apêndice.

Poderá ser que goste...nunca se sabe!!!
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 00:22
oH mentecapto, não tenho nem os teus vícios nem as tuas necessidades. Vai lá lamber o apêndice que aponta para o solo do teu "presidente", e a seguir suga-lhe o traseiro até ficares bem saciado, MONTE DE IGNORÂNCIA.

De lamentar o Glorioso BENFICA ter estes "estrobas" como adeptos, que apenas servem para bater palmas a toda a merda que lhe impingem.
Adeptos que apenas vivem o Benfica na hora dos jogos e que apoiam um "presidente" MANSO, MORNO, COVARDE, INCAPAZ, INÓCUO, BURRO, etc,etc,etc,... que vendo o clube ser sempre e semrpe ROUBADO e os seus principais INIMIGOS serem semrpe e semrpeeeeeeee BENEFICIADOS, e mesmo assim não é capaz sequer de EXIGIR UMA REUNIÃO com a federação de futebol e o seu prsidnete, o mesmo da liga e conselho de APITADORAGEM, etc,etcmetc, nem sequer é capaz de EXIGIR ÁRBITROS ESTRANGEIROS INTERNACIONAIS para os jogos do BENFICA, do oporco e do riproting, etc,etc,etc,.. mas que mesmo assim tem estes palermas, estes ceguetas, estes BURROS ELEVADOS À POTÊNCIA INFINITA como este "anónimo" autêntico MONTE DE ESTERCO e SUB-NUTRIDO DA CABEÇA, que para al+ém de bater palmas e palminhas está ainda FORMATADO / DOMESTICADO para CHUPAR na TERCEIRA PATA da figurinha que faz de conta que é Presidente do MAIOR E MELHOR Clube de Portugal. MATA-TE CALHAU.

BENFICA SEMRPEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 00:32
oH monte de merda, já vi que andas DESESPERADAMENTE à procura de quem te acompanhe nos teus vícios e necessidades, pois tanto que falas no apêndice do teu BURRO DA BARROCA, deve ser esse mesmo o teu PRATO PREFERIDO,ah,ah,ah,ah,.....

Podia mandar-te arranjares alguém da tua família, mas não o faço porque eles coitados, não têm culpa de seres o BURRO que és.

Vai lá fazer o "sevicinho" ao JERICO que ele já está a relinchar. PALERMA.
De Anónimo a 13 de Abril de 2019 às 11:31
E impossível não deixar de falar do Presidente.Depois da grande exibição de Samaris,como é possível não renovar com esse jogador,um modelo de garra,entraga e de Benfiquismo, confesso,não consigo compreender esta situação.
De D`Arcy a 13 de Abril de 2019 às 13:33
E se os valores que o Samaris estiver a pedir para renovar forem incomportáveis para o Benfica?
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 14:50
Caro D'Arcy, ninguém se acredita nisso. Cada jogador /Atleta tem o seu valor, e o BENFICA como o Maior e Melhor clube Português que é, não pode estar com meias-medidas. Apresenta uma proposta ao jogador, este aceita ou apresenta um contra-proposta, e se não se chegar a entendimento, então adeus adeus e amigos como antes.

O que não podemos é viver neste impasse, e ficar à espera de uma "ESMOLA" do jogador, querendo que este abdique do que, muito provavelmente deveria ser o seu JUSTO SALÁRIO, para depois andar esta direcçãozeca de "cortesia em cortesia" a oferecer VOUCHERS a TODA A MERDA REPUGNANTE que sempre tem ROUBADO A CÉU ABERTO E ÀS DESCARADAS o nosso Glorioso BENFICA!!!!

Água quente e sabão do mais barato, já é demasiado bom para esses APITADORES DOMESTICADOS à lá oporco corruptus.

Ofertas de cortesia?! CORTESIA, só os SÓCIOS do nosso BENFICA a merecem. INTEIRAMENTE. Pois são eles o verdadeiro sustentáculo do Clube e a razão da sua existência.

Porque não brindar os SÓCIOS com a CORTESIA de um jogo contra um colosso Europeu, sem que nenhum de nós pagasse bilhete para esse jogo, por exemplo?!?!

Isso sim, seria uma VERDADEIRA CORTESIA a quem de facto a merece.
Agora, as outras, que até bastas chatices nos deram, eu sempre fiu contra elas. Sempre fui e sempre serei.
Água quente - não muuito, que é para não gastar muita corrente de electrões - e sabãozinho do mais barato comprado nas lojas dos chineses e já é BOM DEMAIS.

Ainda quanto ao Andreas SAMARIS, acrescento isto:
Quem quer andar de Mercedes, BMW, Porsche, Ferrari, etc,etc,etc,.... que se chegue à frente e que mostre o seu poder financeiro.
Quem não pode que arreie e que ande de Fiat, Renault, ou quiçá mesmo, de MOTORIZADA ou BICICLETA A PEDAL.

Com este futeboleco PORCOguês completamente corrupto e vigarista, e nós com uma direcçãozeca de INOCENTES E BANANAS COVARDES, realmente só com Mercedes, Ferraris, BMW,s Porsches, etc,etc,etc, poderemos ter algumas hipóteses de nos sagrarmos CAMPEÕES.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Sempreeeeeeeeee por ti até à hora da minha morteeeeeeeeeeeeeeeee.
De D`Arcy a 13 de Abril de 2019 às 15:04
Qualquer clube inglês da metade de baixo da tabela consegue oferecer-lhe um ordenado muito superior ao que seria ajustado para o Benfica. Eu gosto muito do Samaris e quero que ele fique, mas não ficarei satisfeito se ele ficar a ser o jogador mais bem pago do plantel. Tal como já achei um disparate a renovação do Jonas. Mais um vez, gosto imenso dele, mas a verdade é que o jogador mais bem pago do plantel tem quase 35 anos e tem dificuldades em fazer dois jogos seguidos. Mas se a direcção tivesse deixado o Jonas sair, de certeza que seria criticada pelos adeptos.
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 16:18
Caro e Enorme BENFIQUISTA D'Arcy, estou em completa sintonia com a tua linha de pensamento. Aliás, se leste com atenção o meu comentário, isso é perceptível nas chamadas entre-linhas.

Claro que sou contra qualquer contrato que vá para além das posses financeiras do nosso querido Clube. Não só neste caso do Samaris, mas em todos os casos, seja qual for o jogador.
Em PRIMEIRÍSSIMO lugar está o Clube, o BENFICA. Depois é que vêm os outros, ou seja, os atletas. Até aqui, estamos com certeza de acordo.

Por isso deixei claro que deve ser apresentada uma proposta, aguardar-se dentro de um determinado prazo concedido pela Direcção, a resposta do jogador, neste caso o Samaris - mas seja ele qual jogador for -, e de imediato tomar-se a decisão sem deixar dúvidas a ninguém sobre a determinação e firmeza da mesma, seja ela qual for, desde que devidamente sustentada e justificada aos Sócios, que são a verdadeira ESSÊNCIA do Clube.

Um abraço, e os votos sinceros das maiores alegrias pessoais e clubísticas/BENFIQUISTAS.

Live the Eagles. They are the reference of Criation.
They are absolutly SUBLIMES.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
De António Madeira a 12 de Abril de 2019 às 17:31
Olá, D`Arcy.

Não irei tecer grandes considerações sobre o jogo, pois este já foi aqui bem analisado, mas comentar a tristeza que se sente quando se está a milhares de quilómetros da Catedral, a ver o jogo à Inácio e a ouvir os idiotas nas bancadas a assobiarem a equipa.
Os idiotas que queriam que os jogadores andassem a cavalgar que nem uns loucos aos 85 minutos para chegar aos 10 golos.
Este é um espelho da geração da pipoca, dos ídolos do penteado com nota artística, das luzinhas dos telemóveis e do Instagram. Uma autêntica "Idiocracia", a lembrar o famoso documentário.
Urge proteger o Clube para que não volte a cair nas mãos de demagogos que alimentem a estupidez e a burrice desta gente. Mas talvez seja inevitável, como o é em qualquer democracia.
Os que não se lembram ou que não eram vivos no tempo do Damásio e do Azevedo, olhem para o vizinho do lamuriar...
Ou então mudem de clube. Pelo menos naquele WC ganham sempre, quando ganham e quando perdem. Ah, e quando ganharem ao Benfica, ganham sempre a duplicar, a triplicar e por aí fora...
Pensem nisso. Todos saem a ganhar.
De Francisco Pereira a 12 de Abril de 2019 às 19:00
Olá D'Arcy.

Bom, estava feliz quando chegámos aos 4-1, fiquei muito triste e aflito até ao fim do jogo, com o 4-2.

Realmente acho que o Samaris está um grande Kraque. Os anos, às vezes, dão outro conhecimento técnico e táctico aos jogadores, ainda bem. Pena não acontecer com todos.

Não foi mau jogo, mas parece-me que, nem sempre aproveitámos devidamente a inferioridade numérica do adversário.

Continuo, preocupadíssimo, com o pânico e ansiedade de alguns dos nossos jogadores, em especial do nosso guarda-redes (bom,sem dúvida) Odysseias. Por muito bem colocado que tenha sido o cabeceamento do 2º. golo deles, achei que foi para o alto e que deu mais que tempo para, correndo com os pés no chão, o nosso Odysseias pudesse depois saltar e defender a bola. Achei que tinha receio de, imagine-se, falhar. E.........foi golo !!!!

Esperemos que os pânicos da nossa equipa não continuem, como infelizmente se tem visto a aumentarem no campeonato.
Ah, já me esquecia, o nosso goleador Sefarovic, curiosamente tenho reparado, por vezes marca os golos mais difíceis e falha os mais fáceis. Pena!!!

Verdade seja dita que eu, infelizmente, também ando numa ansiedade tremenda.

VAMOS PARA A FRENTE, VAMOS VENCER ATÉ AO FIM, GLORIOSO.
VIVA O BENFICA.
De Dias Pereira a 13 de Abril de 2019 às 00:07
Boa noite.
Soberbo, do latim superbus, significa, genericamente, algo majestoso, grandioso, belo, sublime, altivo...
O que quer dizer que, na minha opinião, o adjectivo é excessivo para o que foi o jogo de ontem. Uma boa vitória - que não estaria propriamente nas previsões de muitos de nós, ainda por cima pelos números que se verificaram - mas não necessariamente um bom jogo. O jogo, da nossa parte, até ficou aquém do que já fizemos, no passado recente...
Em suma: soberbo resultado, sim - que até podia, e pelas circunstâncias do jogo, devia, ter sido melhor... - mas um jogo apenas sofrível.
Sim, porque tem de se considerar sofrível - na melhor das hipóteses... - um jogo em que oferecemos os únicos dois golos do adversário, em que falhamos algumas ocasiões para construir um resultado quase histórico e resolver, praticamente, a eliminatória, e em que os golos adversários foram obtidos quando jogávamos em superioridade numérica - o que aconteceu durante setenta minutos!
De positivo, a exibição - e o hat-trick - de João Félix, e as exibições de Samaris e Gedson.
De negativo... quase tudo o resto!
A equipa escolhida para iniciar o jogo revelava a menorização do mesmo, deixando de fora titulares indiscutíveis e integrando quem não tem sido escolha habitual.
No decorrer do jogo, percebeu-se porque não se pode contar com Jardel e Fejsa. Tal como, quando Bruno Lage mexeu na equipa - na minha opinião, outra vez mal, para não variar... - se percebeu que Pizzi é um perigo constante para a nossa manobra defensiva, que Zivkovic não tem lugar neste grupo de trabalho, e que Seferovic falha dez vezes para acertar uma.
E se, em função do jogo da 2.ª mão, não nos apurarmos para as meias-finais, então poderemos agradecer a Fejsa, Jardel, Rúben Dias, Pizzi, e também um pouco a Odysseas, bem como a Seferovic, o facto de não seguirmos em frente.
Com tanta falta de nervo, de comprometimento e de qualidade, como a patenteada por uns quantos dos nossos jogadores, é natural que o público se mostre desagradado. Jogar pelo Benfica não é, nem pode ser, jogar </b>no Benfica</b>; jogar pelo Benfica significa estar sempre pronto para discutir todos os lances, pressionar os adversários, correr para ir buscar a bola e ser assertivo nas iniciativas defensivas e ofensivas, estar sempre concentrado e não falhar passes a meia dúzia de metros, enfim... jogar sempre com o sangue na guelra e a faca nos dentes. E isso eu não vi ontem. Como já não vejo de há uns jogos para cá...
Não se mude de atitude contra os machos de Setúbal e contra os que nos falta enfrentar, e certamente o campeonato será uma miragem...
Acorda, Benfica! Reage, Benfica!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 01:42
Completamente de acordo.

BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAA Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
De D`Arcy a 13 de Abril de 2019 às 01:48
Caso não tenha reparado, o adjectivo foi utilizado para descrever a exibição do João Félix. Se marcar três golos, fazer a assistência para outro, e ainda fazer um passe que originou o penálti e outro que deu a um colega uma ocasião soberana para marcar o quinto golo não é suficiente para usar este objectivo então parece-me que é impossível utilizá-lo em quaisquer circunstâncias.

Mas muito honestamente, caro Dias Pereira, a minha opinião é a de que é impossível deixá-lo satisfeito. Pura e simplesmente porque não quer mesmo ficar satisfeito. Parece-me que só está mesmo bem é a falar mal e a encontrar os mais ínfimos detalhes para atacar e deitar abaixo porque é isso que lhe dá prazer. Eu não me esqueço que quando ganhámos 10-0 ao Nacional conseguiu mesmo assim arranjar qualquer coisa para criticar na exibição da equipa. Por isso não é de admirar que depois de vencermos - de forma convincente - uma equipa que não perdia há 15 jogos oficiais, que estava imbatível na presente edição da Liga Europa, e que segue num lugar de Champions na Bundesliga, o seu comentário não fosse menos do que desancar praticamente tudo.

Quando a crítica é constante e permanentemente vitriólica depois torna-se mais difícil levá-la muito a sério, porque se fica com a ideia de que ela não é objectiva e que é feita sem qualquer tipo de critério a não ser o de deitar abaixo. E quando uma pessoa parece mostrar vezes e vezes sem conta uma vontade incontrolável de permanentemente deitar abaixo o clube que se é suposto apoiar, então é porque tem outros motivos por detrás dessa crítica. Ou isso, ou então o constante hábito de ver sempre o lado pior das coisas já o fez esquecer o que significa ser-se adepto de um clube. O que é uma pena, porque está a perder a parte melhor disso.
De Dias Pereira a 13 de Abril de 2019 às 19:22
Boa tarde.
Caso o ilustre anfitrião não tenha notado, o reparo que fiz ao uso do adjectivo Soberba diz respeito, única e exclusivamente, à exibição da equipa, e não ao resultado, nem à exibição de João Félix. O facto do D'Arcy se referir à exibição do puto maravilha do momento rotulando-a de soberba, não me pode impedir de achar que o mesmo qualitativo é excessivo para a exibição da equipa.
Quanto ao grau de satisfação, ou insatisfação, cada um é como é. E eu, na realidade, nunca estou integralmente satisfeito. Em especial quando existem condições objectivas de se fazer mais e melhor do que aquilo que se fez...
Identifico-me com o que escreveu o grande Almada Negreiros em poema dedicado a Fernando Pessoa: "Os homens são na proporção dos seus desejos / e é por isso que eu tenho a Concepção do Infinito..."...
E, já agora, permita-me o caro anfitrião que lhe diga que é falso que eu tenha "...arranjado qualquer coisa para criticar na exibição da equipa." (sic.), quando da vitória de 10-0 sobre o Nacional. O que eu escrevi, acerca desse jogo foi o seguinte: "... o jogo poderia, ainda, ter sido, vá lá, digamos... perfeitérrimo. Se tivéssemos concretizado mais aquela mão cheia de oportunidades que falhámos - lá está, chegaríamos ao "quinje a jero"... - teria sido a perfeição total e absoluta." (sic.). Esta referência não pode ser tida, em boa verdade, como uma crítica, na verdadeira acepção da palavra, mas antes como a expressão de um desejo de sublimação plena. Constatar-se o que o D'Arcy achou que podia constatar daquela minha afirmação é que é, de facto, vitriólico...
O que opino sobre o meu clube, ou sobre quem o serve - ou devia servir... e muitas vezes não serve! - é única e exclusivamente o que me vai na alma e no coração. Não fico nada incomodado se o modo como vivo o clube é politicamente correcto ou se, pelo contrário, contraria a doutrina oficial, ou o que mais quer que seja.
E não! Não recebo lições de benfiquismo de ninguém! Seja novo, velho, bem relacionado ou nem por isso. Portanto, caro D'Arcy, não me leve a mal estar totalmente desinteressado do que acha, ou deixa de achar, acerca do seu entendimento de que eu ando permanentemente a pôr abaixo o clube que é suposto apoiar...
Eu sou Dias Pereira, benfiquista desde que me conheço, que respira Benfica por todos os poros, todos os dias da sua vida, e que há-de morrer assim. Sem que precise da compreensão, ou da complacência de alguém, porque... lhe basta o Benfica!
Como Fernando Pessoa, também eu "Tenho em mim todos os sonhos do mundo." E em todos eles há sempre qualquer coisa de Benfica...
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De D`Arcy a 13 de Abril de 2019 às 21:26
Então ainda menos sentido faz o comentário. Se eu usei o adjectivo para qualificar a exibição do João Félix e não da equipa, qual é a lógica de criticar o uso do adjectivo para qualificar a exibição da equipa. É como se eu dissesse 'O Gedson jogou muito bem' e me respondesse 'Muito bem? Completamente errado, o André Almeida não jogou nada bem!'.

Quanto ao resto, caro Dias Pereira, pode dar as voltas que quiser que toda a gente já percebeu há muito a sua motivação. Apenas usa eufemismos para não dizer sempre claramente o que o move. O Dias Pereira não gosta do presidente, tem-lhe aliás um enorme pó, e esse ódio à pessoa do presidente sobrepõe-se frequentemente ao amor ao Benfica, o que o impede de se regozijar com as vitórias do clube. Provavelmente nem uma vitória no campeonato conseguirá festejar condignamente porque lá no fundo estará a remoer que essa conquista é péssima, já que significará um reforço da popularidade do presidente. Pode escrever o que quiser, que tudo o que as pessoas lêem é 'Não gosto do presidente.' É tão simples quanto isto. E está no seu direito. Mas já se tornou há muito repetitivo. Dizer que 'lhe basta o Benfica' na sequência de todos os comentários que vai fazendo é completamente descabido, porque mesmo quando o Benfica ganha convincentemente já toda a gente está à espera do seu inevitável comentário negativo. Por isso não, claramente não lhe basta o Benfica. Agora se for o Benfica ganhar e o presidente ser posto a andar, isso talvez já acredito que lhe baste.
De Dias Pereira a 14 de Abril de 2019 às 00:20
Boa noite.
Vou transcrever o que acima escrevi, com a presunção de que, se ler, talvez compreenda o que disse:
"O facto do D'Arcy se referir à exibição do puto maravilha do momento rotulando-a de soberba, não me pode impedir de achar que o mesmo qualitativo é excessivo para a exibição da equipa."

Quanto à sua discorrência final, caro D'Arcy, permita-me que lhe diga duas coisas.
Primeiro: a minha motivação é, única e exclusivamente, poder contribuir para que o Benfica se possa recolocar no lugar que é seu por direito: no topo! Nas conquistas, e na excelência das suas prestações, tanto no plano nacional como no internacional, e que deixe de ser pasto para toda a sorte de vigaristas, arranjistas e outros energúmenos de índole mais que duvidosa, mesmo se eles vestem a pele de benfiquistas e vendem a alma por dez réis de mel coado. Este Benfica tem cada vez menos benfiquistas e cada vez mais para-quedistas, em todos os sectores da sua organização. Até na BTV!
Segundo: nunca precisei que outros dissessem aquilo que eu quero, ou acho que devo, dizer. Por isso, não precisava de se ter dado ao trabalho de dizer o que eu já escrevi, por mais de uma vez. Ou seja, que Luís Filipe Vieira é um presidente muito aquém do que o Benfica precisa, e mesmo muito aquém do que o Benfica deveria permitir! Alguém que foi, ou é, amigo de Giorgio di Bufa, que festejou as nossas derrotas e os sucessos dos corruptos com champanhe, é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas! Alguém que se rodeia das companhias e dos colaboradores de que se rodeia Luís Filipe Vieira, é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas! Alguém que se entretém a vender jogadores ao preço da uva mijona e se banqueteia, tal como os amigos, com chorudas comissões e se envolve em negócios obscuros, que ninguém consegue entender, é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas! Alguém que se enredeia em apoios e compromissos com entidades e pessoas que, comprovadamente, lesaram, lesam e dão sinais claros de pretender continuar a lesar o Benfica, é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas! Alguém que vê - porque é impossível não ver!... - o que se passa, jornada a jornada, no futebol português, e não se põe em campo para defender a verdade desportiva e os justos direitos do clube, é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas!
E quem não é capaz de servir o Benfica, por se manter colado a uma doutrina e a uma facção que, comprovadamente, já só está a prejudicar o clube, também é uma afronta ao Benfica e aos benfiquistas!
Desejo, ardentemente - como é natural e compreensível! - que o Benfica possa ser campeão, vencer muitas vezes, ser forte e convincente, mas isso será uma tarefa verdadeiramente hercúlea enquanto o presidente for Luís Filipe Vieira!
Hitler, entre outros, também chegou ao poder por eleições. Tal como Luís Filipe Vieira! Ficou célebre o slogan de uma das primeiras campanhas políticas de Hitler: "Hitler über Deutschland" (Hitler sobre a Alemanha). Ainda não ouvimos isso de Luís Filipe Vieira, mas não será preciso, porque já todos percebemos o que ele, e os seus apaniguados, acham; que antes dele não havia Benfica, que ele é o melhor presidente, blá, blá, blá... Whiskas saquetas!...

(continua...)
De Dias Pereira a 14 de Abril de 2019 às 00:22
(...continuação)

Nesta fase da nossa vida colectiva, vem-me muitas vezes à memória o discurso anti-nazi (“E Não Sobrou Ninguém”) do pastor luterano alemão Martin Niemöller:

Quando os nazis vieram buscar os comunistas,
eu fiquei em silêncio;
eu não era comunista.

Quando eles prenderam os sociais-democratas,
eu fiquei em silêncio;
eu não era um social-democrata.

Quando eles vieram buscar os sindicalistas,
eu não disse nada;
eu não era um sindicalista.

Quando eles buscaram os judeus,
eu fiquei em silêncio;
eu não era um judeu.

Quando eles me vieram buscar,
já não havia ninguém que pudesse protestar.


No Benfica, como é o Dias Pereira e outros que tais a falar, ninguém liga. Mais tarde, quando forem outros, mais moderados, a dizer qualquer coisa, ainda assim os amigos de Vieira também não ligarão muito. E quando os amigos de Vieira quiserem (quererão?) salvar o Benfica, já irão tarde demais...
Por enquanto, Luís Filipe Vieira mudou os estatutos e colocou nos lugares-chave os seus homens de mão. Pode ser que mais tarde se auto-proclame Presidente Benemérito e Vitalício e decrete a proibição de eleições! O que temos visto nas AG's não deixa essa possibilidade assim tão distante quanto isso...

Acorda, Benfica! Reage, Benfica! Acorda, Benfica!
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De D`Arcy a 14 de Abril de 2019 às 00:33
Era inevitável. A Lei de Godwin acabaria por se aplicar. A partir deste momento, toda e qualquer continuação da discussão é escusada, e o Dias Pereira perdeu-a por definição. Não que isso o vá dissuadir de continuar a sua cruzada, e faz muito bem. Eu é que não vou continuar a alimentá-la.
De Dias Pereira a 14 de Abril de 2019 às 01:17
Boa noite.
Não vejo porque não apontar semelhanças entre situações que se assemelham assustadoramente...
Se Mike Godwin se permitiu postular o que postulou, isso é lá com ele.
Eu, a quem importa sobretudo, e neste contexto, o Benfica, e as incidências que se registam na sua vida desportiva, associativa e social, permito-me ao argumentário que me parece ajustado, sem transigir em nada, nem tergiversar com o que quer que seja.
A minha cruzada, como lhe chama o caro D'Arcy, não é cruzada: é um propósito, que cumpro determinado, e que valida o meu benfiquismo!
Como disse Bertolt Brecht, "Apenas quando somos instruídos pela realidade é que podemos mudá-la."
Viva o Benfica!
Saudações benfiquistas!
De Anónimo a 14 de Abril de 2019 às 02:17
Este Dias Pereira é um andrade infiltrado conhecido de outras andanças e de outros blogues. Nem sei como permitem tal corja animal comentar neste blogue.
"Eles" tornaram-se muito activos em blogues benfiquistas agora que a Young NetWorks e os emails desapareceram do mapa.
De E Pluribus Unum a 14 de Abril de 2019 às 13:30
Oh apalermado MONTE DE ESTERCO, para dizeres o que disseste do Grande BENFIQUISTA Dias Pereira, nada mais podes ser do que um BURRO ELEVADO À POTÊNCIA INFINITA.

Vai lá para a POCILGA do LADRÃO lavar o focinho de porco com os dejectos do corrupto-mor bimbo da bosta, mentecapto.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAA semrpeeeeeeeeeeeee.

P.S. Oh BURRO ELEVADO À POTÊNCIA INFINITA, aponta aqui uma só INVERDADE que o Grande Benfiquista Dias Pereira tenha escrito!!!!
De E Pluribus Unum a 14 de Abril de 2019 às 13:21
Caro DÁrcy, não se trata de uma discussão - discussão no mau sentido -, trata-se de pontos de vista diferentes sobre a forma como se vê vive o nosso querido BENFICA.

Sei que ambos são DOIS GRANDES BENFIQUISTAS. Sobre isso as dúvidas são zero x zero = zero.

Não querendo eu, tomar partido por ninguém - pois o meu ÚNICO partido é o meu querido e amado SPORT LISBOA E BENFICA -, por fidelidade àquilo que eu penso e observo, sou obrigado a reconhecer que TUDO, mas mesmo TUDO, o que o grande Benfiquista Dias Pereira escreve neste espaço de BENFIQUISMO, é a mais pura das verdades.
INFELIZMENTE.
Mais digo que, não conhecendo nenhum de vocês pessoalmente, tenho a CERTEZA ABSOLUTA que Dias Pereira adoraria não ter nenhuma razão naquilo que escreve, quando critica o que se passa na nossa Equipa principal de Futebol e no Clube.

Ai, ai, ai, ai, ai,,,,,, se o nosso querido e amado SPORT LISBOA E BENFICA, em vez de um só Dias Pereira tivesse como Sócios 40 ou 50.000 DIAS PEREIRA, já o Clube tinha ganho mais do que uma prova europeia - no mínimo a Liga Europa -, dominava o Futebol Profissional cá no "quintal", e sobretudo seria pelo menos DEZ VEZES MAIS FORTE E RESPEITADO.

Essa é que é a VERDADE.

Ainda quanto àquele que faz de conta que é Presidente do MAIOR, e que se julga DONO do Clube, acrescento que no primeiro Campeonato que o nosso Benfica ganhou na sua presidência, campeonato ganho com enorme dificuldade e contra tudo e contra todos sob batuta do treinador italiano Giovanni Trapattoni (Álvaro Magalhães como adjunto), depois de 11 (ONZE) longos anos de seca e humilhação, disse numa entrevista ao RASCORD, esse inefável l.f.vieira especialista em pneus, que teria sido melhor o Benfica não ter ainda ganho o campeonato nesse ano, pois que isso faria mal ao Clube!!!!!!

Quando li isso fiquei ESTARRECIDO e me perguntei a mim próprio e a todos os meus amigos Benfiquistas, se esse l.f.vieira era normal ou um SUB-NUTRIDO da cabeça.

Imaginem só, o Benfica actual com uma personalidade tipo António Duarte BORGES COUTINHO na sua mais Alta Cadeira do PODER!!!!!

Muito bom domingo com uma boa VITÓRIA sobre os "machos" - machos apenas e só contra o nosso Benfica - dos caceteiros e simuladores do vitória de setúbal.

MENOS DE TRÊS GOLOS DE DIFERENÇA é quase uma derrota.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Sempreeeeeeeeeeeeeeeee o MAIOR E O MELHORRRRRRRRRRRRR
De E Pluribus Unum a 13 de Abril de 2019 às 21:50
Caro Dias Pereira, ainda nem sequer li a resposta do caro D'Arcy a este seu comentário, mas espero que a mesma seja positiva e à altura da sua inteligência e Benfiquismo.

Caro companheiro de LUTA E DEFESA do nosso querido e amado SPORT LISBOA E BENFICA, é um PRAZER ENORME E UMA APRENDIZAGEM CONTÍNUA ler os seus comentários.

Citar aqui Almada Negreiros e Fernando Pessoa, e da forma como o faz, é uma evidência da sua ENORME INTELIGÊNCIA.

Mais uma vez lhe agradeço por ser o grande BENFIQUISTA que é, sempre na primeira linha eem defesa INTRANSIGENTE do nosso Glorioso e Inigualável Clube.

Era de pessoas com o tamanho dos seus sonhos e a sua inteligência, que a nossa Direcção e SAD deveria ser constituída.

Um abraço carregado de BENFIQUISMO PURO, e tudo de melhor para a sua vida e de todos os que o acompanham.

Live the Eagles. They are the reference of Criation.
They are absolutly SUBLIMES.

BENFICA BENFICA BENFICA................ Sempreeeeeeeeeeeeeeeeeeee

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Pormenores

Resposta

Aberração

Retranca

Bis

Manita

#Reconquista

Um

Crer

Proveitosa

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds