VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020

Sucesso

Uma vitória complicada num campo onde poucos tinham passado. Não foi uma exibição de encher o olho, mas nesta altura o mais importante era mesmo voltar às vitórias e somar os três pontos.

 

 

A principal novidade neste jogo foi o regresso do Samaris à titularidade, o que significou o avançar no terreno do Taarabt para apoiar o Vinícius. Na esquerda, o escolhido foi o Rafa e o Cervi ficou no banco. O Benfica teve uma boa entrada no jogo. O que aliás seria a atitude mais avisada. Depois do cansaço do jogo a meio da semana somado à viagem longa até à Ucrânia e com novo jogo já daqui a três dias, o pior que poderia acontecer seria deixar o nulo arrastar-se durante muito tempo. O Benfica entrou a pressionar alto e a cortar cerce a saída de bola do Gil Vicente, que até ao golo do Benfica praticamente não conseguiu montar uma jogada de ataque. Golo que surgiu relativamente cedo: precisamente quando estava decorrido o primeiro quarto de hora. Depois de um livre a favor do Benfica ser mal marcado na direita pelo Pizzi (para variar) o Taarabt recolheu a segunda bola do outro lado do campo e junto à esquina da área fez um cruzamento perfeito que levou a bola a encontrar o Vinícius completamente sozinho bem no centro da área. O cruzamento foi tão bem feito que o Vinícius até conseguiu marcar de cabeça, quase nem precisando sequer de saltar. Foi muito importante termos marcado primeiro e ainda numa fase inicial do jogo. Face ao momento da equipa, o arrastar do nulo ou, pior ainda, um eventual golo inaugural por parte do adversário poderiam ter consequências desastrosas. Depois de obtida a vantagem, houve uma natural reacção por parte do Gil Vicente, que começou a conseguir finalmente surgir no ataque com perigo, mas o Benfica ia sempre respondendo e ameaçando chegar ao segundo. Aliás, chegou mesmo, mas este foi anulado porque a equipa de arbitragem considerou que o Vinícius, em posição irregular no início da jogada, terá tido influência na mesma. É discutível mas posso aceitar, embora consiga imaginar o que se escreveria se o lance fosse ao contrário. Já tenho muito mais dificuldades em aceitar que não se tenha assinalado penálti por um corte com a mão a um cruzamento feito em esforço pelo Grimaldo. Depois do penálti absurdo marcado contra nós no Estádio do Ladrão não há nenhuma justificação que me possam dar para que isto não tenha sido penálti. No Benfica notou-se uma clara preocupação do Samaris em ajudar a fechar o lado esquerdo, já que seria previsível que o Gil Vicente tentaria explorá-lo. E quando o nosso adversário conseguia rematar à baliza, o Vlachodimos esteve sempre em bom plano. Perto do intervalo o Vinícius esteve muito perto de fazer o segundo golo depois de uma incursão do Rúben Dias como autêntico extremo direito.

 

 

Na segunda parte a palavra de ordem foi segurar o resultado. Não sei se houve fadiga do jogo anterior ou gestão de esforço a pensar no próximo jogo, mas recuámos as linhas e arriscámos muito menos no ataque - apesar de termos tido uma grande ocasião logo a abrir o segundo tempo, mas o Vinícius primeiro controlou mal a bola, e depois o remate que ainda conseguiu fazer desviou num defesa e passou ligeiramente ao lado. Ao contrário do que vem sendo habitual, as maiores preocupações acabaram por surgir não na esquerda mas na direita, onde o Tomás Tavares revelou dificuldades para estancar as iniciativas do Gil Vicente, tendo até cometido alguns erros básicos que resultaram em situações complicadas. O Gil Vicente conseguiu equilibrar um pouco as contas no que à posse de bola diz respeito e foi muito mais rematador, embora a grande maioria desses remates não tenham levado grande perigo à nossa baliza. A situação mais perigosa foi um remate do recém entrado Hugo Vieira, que apareceu solto sobre a direita e rematou à figura do Vlachodimos (depois do Tomás Tavares ter perdido o duelo aéreo junto à linha final). No Benfica, o momento alto foi uma jogada individual do Taarabt, que dentro da área recebeu um passe longo no peito, com o pé direito tirou o defesa do lance, e com o esquerdo rematou de primeira e fez a bola acertar com estrondo na barra. Teria sido um golo olímpico. Só nos dez minutos finais é que o Bruno Lage mexeu na equipa, tendo feito trocas quase directas: Vinícius por Dyego, Rafa por Cervi e Samaris por Chiquinho (o Taarabt recuou para o meio campo). A equipa até ganhou algum fôlego com as alterações e na fase final do jogo conseguiu manter o Gil Vicente longe da nossa baliza sem grande dificuldade (nem sei se o Gil Vicente voltou a conseguir rematar) tendo até construído uma boa oportunidade para sentenciar o jogo, que o Cervi não conseguiu concretizar.

 

 

Para destaques no Benfica escolheria o Vlachodimos e o Rúben Dias. Têm sido dos jogadores em melhor nível durante esta fase mais titubeante da nossa equipa, e hoje não fugiram à regra. O Taarabt não esteve mal, mas por motivos óbvios a jogar nesta posição mais avançada perdeu protagonismo, já que não intervém tanto no jogo. O Samaris foi útil a ajudar a fechar aquele espaço entre o Grimaldo e o Ferro, mas esteve muito mal no passe. Pizzi e Rafa continuam abaixo daquilo que precisamos, e o Tomás Tavares foi o jogador que maiores dificuldades revelou durante todo o jogo. Foram demasiados duelos individuais perdidos (também é verdade que foi muitas vezes deixado em situações de 1x1) e somou a isso erros graves, como um passe atrasado péssimo que quase deixou um adversário isolado, ou perdas de bola infantis.

 

Era um campo complicado e um jogo que muitos tinham esperança que desse continuidade à senda de maus resultados que atravessamos. Por isso mesmo era importantíssimo ganhar, mesmo que fosse a jogar mal - era mesmo uma situação em que tínhamos primeiro e acima de tudo que jogar para o resultado. Sob esse ponto de vista, este jogo foi um sucesso. Claro que teria preferido uma exibição convincente e uma vitória por uma margem folgada, mas nesta fase eu aceito tudo o que for um passo na direcção desejada. Agora é preciso aproveitar para reforçar os níveis de confiança da equipa e dar sequência à vitória. Esgotámos toda a margem de manobra que tínhamos, por isso agora teremos que andar sempre no fio da navalha.

tags:
publicado por D`Arcy às 02:24
link do post | comentar
6 comentários:
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2020
No geral, e o que conta, foi termos ganho. Nem que isto seja uma vitoria moral por agora.
Ainda nao compreendo o que anda o Tavares a fazem em campo e muito menos percebo o facto do Samaris nao estar mais vezes em campo.
Os treinadores de futebol, e outros, nao sao para se entender de imediato mas para irmos entendendo ate a confusao final das suas decisoes.
O Lage entrou bastante bem no Benfica mas desde Agosto que nao percebo as suas decisoes. Ao que vou entendendo percebo que ele afinal nao esta acima de ninguem. Enfim. O Benfica tem muito trabalho pela frente espero que ainda va a tempo de chegar ao titulo
De Henrique Teixeira a 25 de Fevereiro de 2020
O mais importante era ganhar e o Benfica ganhou.
Foi grande o sofrimento, porque um golo de vantagem pode ser anulado mesmo já depois do último minuto de descontos. Por isso quando vi o árbitro a apitar pela última vez ergui com força os dois braços e e gritei eufórico: ganhamos.
O que mais me irritou durante a maior parte do jogo foi a falta de velocidade e de garra, fatores em que o modesto adversário esteve quase sempre, para não dizer sempre, por cima.
É certo que a equipa tem jogado duas vezes por semana com poucas mudanças de jogadores e isso terá que ter reflexos na falta de frescura que se nota. Por isso o jogo desta 5.ª feira será um dilema: Se o Benfica passar a eliminatória arrisca-se mais depressa a perder pontos, que serão fatais, no campeonato; se for eliminado subirão de tom as críticas à equipa, ao treinador, ao presidente e até a toda a estrutura.
Voltando ao jogo de Barcelos deve-se dizer que Odysseas foi mais uma vez o nosso anjo da guarda. Grande guarda- redes. Também gostei de Ferro, que tem sido o principal bombo da festa nas nossas últimas derrotas. Não devemos ignorar que na época passada ele foi um dos grandes obreiros na conquista do título.
Saudações Benfiquistas.
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2020
O árbitro lagarto e o VAR roubaram mais um golo ao Vinicius ao Benfica. Não estava off side, apenas de posição, era uma nova jogada.
Apesar de cansados, ganhámos onde os dragartos perderam.
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2020
b
Boa tarde,
Mais um comentário com valorização do que se passou.
Mantivemos o primeiro lugar da competição, embora os de contumil quando ganharam o seu jogo com o porto b, com a ajuda do martinez, tivessem dito que estavam em primeiro, queriam????.

Gostei da primeira parte e não tanto da segunda. Recuaram muito as linhas dando o jogo todo ao gil. Porém aquela jogada doTaarabt merecia melhor sorte.
Agora é continuar na senda das vitórias para que os andrades não olhem para baixo.

Saudações benfiquistas
De Anónimo a 25 de Fevereiro de 2020
Para quem não tenha visto o jogo neste post está a realidade do que se passou em campo.
De Luís Manuel a 25 de Fevereiro de 2020
Olá D'Arcy, e obrigado pelo post.

Foi uma vitória importantíssima! Muita gente apostava as fichas todas neste jogo, esperando mais um mau resultado nosso após os últimos jogos. Era fundamental darmos uma boa resposta, e demos. Claro que o resultado foi melhor do que a exibição, mas é isso mesmo: nesta altura vale o resultado, e a subida dos níveis de confiança da nossa equipa. Valeu pela luta! Que pena não ter entrado aquele remate do Taarabt... e não me surpreendeu muito o árbitro não ter assinalado o penálti.

De acordo com os destaques individuais que fazes. Odysseas e Rúben são dois esteios, mas gostei bastante do Taarabt e do Samaris. Este último, com mais tempo de jogo e mais acerto no passe, poderá ser muito útil à equipa. Nunca vira a cara à luta e acho que acrescenta muita solidez ao nosso meio-campo.

Agora é concentração total no próximo e muito , muito difícil jogo para a LE. Temos equipa para dar a volta à eliminatória. Uma boa exibição e a passagem à eliminatória seguinte seria um grande tónico.

Força, Benfica!

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Desoladora

Desperdício

Macia

Sucesso

Lisonjeiro

Incompetência

Sofrimento

Douradinho

Desleixada

Preguiçoso

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds