VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 21 de Dezembro de 2008

A Tertúlia Benfiquista no Jornal "O Benfica".

É com sentida gratidão que agradecemos a simpatia e a bondade das palavras que José Nuno Martins dedica à Tertúlia Benfiquista na última edição do jornal “O Benfica” (19/12/08). Foi um excelente presente de Natal para a Tertúlia e mais um momento (no seguimento de outros blogues que têm merecido destaque no jornal do nosso Clube) em que o Benfica reconhece a importância da blogosfera no abrangente paradigma da comunicação.

 

Para ler o artigo basta clicar aqui.

 

Desejamos, agora, que o nosso Benfica nos dê, na segunda-feira, o presente natalício que todos desejamos: mais uma vitória. Viva o Benfica!

sinto-me: bem
publicado por Pedro F. Ferreira às 13:42
link do post | comentar | ver comentários (10)
Domingo, 9 de Novembro de 2008

As coisas são o que são e merecem ser contadas como foram.

O projecto “Tertúlia Benfiquista” nasceu espontaneamente da necessidade de recriar na blogosfera o ambiente de tertúlia que um grupo de amigos foi, ao longo dos anos, criando à mesa dos restaurantes em que, de forma emotiva e sentimental, íamos discutindo o Benfica e, essencialmente, o benfiquismo.

 

Depois de inúmeros jantares e almoços, alguns abertos e publicitados neste e nos blogues que o antecederam (os jantares de bloggers benfiquistas que vão na sétima edição), a cumplicidade entre os escribas foi-se consolidando.

_____

A “Tertúlia” tem conseguido pequenos, minúsculos, momentos de reconhecimentos do valor do que temos escrito. Esses são aqueles momentos que nos deixam orgulhosos: o convite do SAPO; a atenção que a Maria João nos tem dedicado; um segundo prémio para melhor blogue desportivo do ano, num concurso que nem sabíamos que existia e que muito nos honrou; as ameaças, insultos, hate mail e afins dos adversários que nos dão a garantia de que estamos no caminho certo; os destaques no inigualável "SerBenfiquista.com"; a atenção de alguns futebolistas do nosso Clube; a recente presença na "Benfica TV"; o editorial de José Nuno Martins no “Jornal do Benfica”; mais de meio milhão de visitas; mais de um milhão e cem mil page views em vinte meses de existência. Tudo isso é lindo, tudo isso é fado, tudo isso é pouco e nunca mereceu grande referência porque tudo isto é nada perante a causa que é defender o Benfica e escrever sobre essa forma única de viver o benfiquismo.

_____

Hoje quebramos (quebro) essa regra. Hoje venho convosco partilhar algo dos bastidores deste blogue:

 

Na passada sexta-feira, num jantar muito bem organizado pelo blogue “Novo Benfica” e no qual estivemos, com todo o prazer, três representantes da “Tertúlia Benfiquista” (eu, o S.L.B. e o P, que escreve para os dois blogues) tivemos o prazer de conhecer pessoalmente alguns benfiquistas que connosco partilham o benfiquismo.

 

Durante o jantar, e num momento em que formalmente(?) nos apresentávamos, decidi ilustrar o que é o espírito do benfiquismo vivido na “Tertúlia Benfiquista” lendo um post que o Gwaihir escrevera nessa mesma sexta-feira.

 

Pouco depois, o benfiquista Rui Costa, durante a sua intervenção, pediu-me esse mesmo texto para o fazer chegar (de forma bem nobre) ao plantel do Benfica.

 

Senti, pela primeira vez, que fez sentido tantos anos a escrever sobre o Benfica e o benfiquismo. A emoção que senti não cabe aqui.

 

Ontem, juntamente com o S.L.B., decidimos comunicar pessoalmente ao Gwaihir o que sucedera. A emoção que sentimos ao ver a emoção do nosso amigo é uma imagem, é um momento, que me acompanhará para sempre.

 

Tenho, temos todos os que viveram aquele momento, a noção de que já valeu a pena.

 

_____

(Peço desculpa aos meus companheiros de blogue por ter escrito um daqueles textos que prometêramos nunca escrever.

O blogue segue dentro de momentos)

publicado por Pedro F. Ferreira às 12:05
link do post | comentar | ver comentários (40)
Sábado, 25 de Outubro de 2008

O mais recente editorial do jornal “O Benfica”

Não está no código genético dos membros desta casa a exibição pública dos nossos brios. No entanto, há momentos em que o excesso de humildade é tão pernicioso como a falta da mesma.

Vem este intróito a propósito do editorial do mais recente número do Jornal “O Benfica”, em que José Nuno Martins, partindo do último jantar de Bloggers Benfiquistas, destaca o papel dos blogues na defesa do Benfica e do benfiquismo. Neste particular, José Nuno Martins dirige à “Tertúlia Benfiquista” um conjunto de elogios que, além de muito nos terem sensibilizado e orgulhado, nos dão uma motivação extra para continuar e uma responsabilidade acrescida para que possamos estar à altura do que os nossos leitores esperam da "Tertúlia": a defesa incondicional do Benfica e o testemunho de benfiquismo.

Em nome de todos os membros desta tertúlia, agradeço as palavras e a atenção de José Nuno Martins.

Viva o Benfica!

Para ler o editorial basta clicar aqui.

publicado por Pedro F. Ferreira às 09:46
link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

O primeiro post.

Este blogue começa hoje. O nosso Glorioso Benfica acabou de ter um mau resultado. Este é o melhor momento para começar um blogue como aquele que aqui se pretende criar. Escrever na vitória é fácil. Escrever nos maus momentos é difícil. Tenho aprendido que as coisas fáceis são para os outros e que as coisas difíceis são para nós. Seguindo este lema, e tendo a consciência de que nós (adeptos, sócios, simpatizantes, sofredores, torcedores, benfiquistas) somos o Benfica, sejamo-lo com a dignidade, a irreverência, a majestade, o espírito crítico, o inconformismo e o espírito vencedor de quem teve o privilégio de nascer benfiquista.

 

Quem aqui vier em busca de imparcialidade, de opiniões assépticas e desapaixonadas, pode seguir em frente. Quem aqui vier em busca de opiniões apaixonadas que reflectem a forma como o Benfica se manifesta no sentir / viver do adepto, seja bem-vindo.

 

Assim seja!

publicado por Pedro F. Ferreira às 00:26
link do post | comentar | ver comentários (13)

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

A Tertúlia Benfiquista no...

As coisas são o que são e...

O mais recente editorial ...

O primeiro post.

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds