VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Triplete

Ao conquistarmos a nossa vigésima sexta Taça de Portugal fechámos da melhor forma possível uma época quase perfeita (só faltou a Taça da Liga para o pleno). Foi também a conquista de um triplete 'à antiga' (Supertaça, Taça e Campeonato), algo que não era conseguido há muitos anos - em 2014 tínhamos conquistado as duas taças e o campeonato, ficando a faltar-nos a Supertaça.

 

 

Foi um jogo algo diferente dos outros que disputámos contra o Vitória esta época, mas que em comum teve a nossa incontestável superioridade. Durante a primeira parte o Vitória ainda manteve o jogo equilibrado, tapando de forma mais eficaz os caminhos pela zona central que tão bem tínhamos explorado no jogo anterior e recorrendo a um futebol musculado que pareceu dar resultados no terreno cada vez mais pesado devido à chuva que caía. Da nossa parte, sofremos também pelo excessivo apagamento do Jonas durante o primeiro tempo, demasiado amarrado na frente - confesso que a uma dada altura cheguei mesmo a ter a dúvida se ele estaria a jogar, porque é muito pouco habitual ver a bola passar-lhe tão poucas vezes pelos pés. A lesão do Fejsa, ocorrida antes do meio da primeira parte, também pareceu afectar um pouco a nossa equipa, já que o Vitória cresceu no jogo após a sua saída. Na segunda parte mudou tudo radicalmente. O Benfica entrou de rompante, o Jonas finalmente apareceu no jogo, e a partir do momento em que a ligação Pizzi-Jonas começa a funcionar os nossos adversários estão em apuros. Foram dois golos de rajada, o primeiro logo aos três minutos, do Jiménez numa recarga a um remate do Jonas (muito boa a forma como conseguiu picar a bola sobre o guarda-redes com ele quase em cima da bola) e cinco minutos depois veio o segundo, num grande cabeceamento do Salvio depois de um cruzamento do Nélson Semedo, a culminar toda uma jogada que começa na nossa área e durante a qual a bola circulou por mais de meia equipa, com dezenas de passes, sem que o adversário a cheirasse. Depois disso o jogo foi um bocado como aqueles dois que fizemos em Guimarães, desperdiçando ocasiões que dariam para construir um resultado bem volumoso. Apesar do nosso terceiro golo estar sempre mais perto de acontecer, foi o Vitória que conseguiu reduzir a doze minutos do final, na sequência de um canto (que tinha resultado de uma grande ocasião de golo, cortada no limite pelo Samaris) e num lance em que me pareceu que o Ederson não ficou isento de culpas. Mas apesar do golo ter lançado alguma incerteza no resultado, no jogo é que não alterou nada. Porque até ao final nem sequer deu para ter alguma preocupação junto da nossa baliza, e pelo contrário, foi o Benfica quem desperdiçou ocasiões flagrantes, pelo Pizzi e pelo Jiménez, de acabar com todas as dúvidas. No final, vitória justíssima e incontestável, mesmo com o o Hugo Miguel a arbitrar (aquela falta que ele inventou ao Samaris no último lance do jogo para dar uma oportunidade ao Vitória para despejar a bola para a área é Hugo Miguel vintage) e o vídeo-árbitro (aquela coisa mágica que vai fazer com que os nossos adversários passem a ganhar sempre) a ajudar.

 

 

Acho que a equipa esteve bem num todo, com jogadores como o Nélson Semedo, o Salvio (teria dado muito jeito que este Salvio não tivesse aparecido só a partir do jogo em Vila do Conde) ou o Pizzi a destacarem-se, na minha opinião.

 

 

E assim fechamos mais uma época brilhante na qual fomos a força dominadora do futebol em Portugal. Isto apesar de um presidente da Liga lá colocado pelos nossos adversários e sem o nosso apoio, de um presidente dos árbitros lá colocado pelos nossos adversários mais uma vez sem o nosso apoio, ou daqueles dados estatísticos a que em épocas anteriores os nossos supostos rivais na luta pelo título se agarram em desespero de causa, como penáltis a favor, ou expulsões de adversários, ou minutos em superioridade numérica mostrarem que ficámos em desvantagem clara em relação a eles. Mas ainda há quem, ignorando completamente aquilo que é a história fascista do seu clube (e do outro clube por quem se voltaram a apaixonar recentemente) consiga ter o desplante de falar em Liga Salazar. Só desejo que mantenham esta mentalidade pequenina durante as próximas épocas, porque é para o lado que eu durmo melhor. O futebol para mim entra agora de férias (conforme já estou farto de escrever, a equipa da FPF não me interessa absolutamente para nada) e ficarei na expectativa para ver se não perdemos muitos dos nossos jogadores mais importantes. Expectativa, mas não preocupação. É que depois de viver uma época destas tendo perdido o Gaitán e o Renato no final da época passada, é difícil sentir grande preocupação com saídas.

tags:
publicado por D`Arcy às 23:51
link do post | comentar
14 comentários:
De Luís Manuel a 7 de Junho de 2017 às 22:14
Caro D'Arcy,

Da mesma forma que tu, ano após ano, aqui publicas a tua crónica a todos os nossos jogos no mesmo dia, ou no dia a seguir em que os mesmos são realizados, ou assim que te é possível, e assim deixas a tua contribuição e o teu esforço ao Benfica ( e tem sido com enorme agrado que eu e muitos tertulianos te temos acompanhado nesta caminhada), também eu gosto de comentar os teus posts logo que me é possível. Infelizmente, e por motivos familiares urgentes, só agora pude ler e comentar o teu post. Aqui fica, portanto, o meu pedido de desculpas.

O teu post descreve com objectividade aquilo que foi a final da Taça de Portugal. Subscrevo-o por inteiro. Acompanhei o jogo pela televisão, mas, para que possas imaginar como estava preocupado com o jogo, no dia anterior (riam-se se quiserem) sonhei que o Luisão levantava a Taça. :) Mas no meu sonho ele não a levantava na Tribuna de Honra, o que me deixou mais do que preocupado, e até ao apito final estive a roer as unhas - caramba, podíamos ter acabado com o sofrimento em diversas ocasiões! Dominámos por completo a segunda parte, e o resultado peca por muito escasso. E, como o adversário também joga, marcou. Justíssimo o nosso triunfo, contra um excelente adversário. O vídeoárbitro deu bons resultados (quem eram os árbitros que estavam a visionar os lances?), pelo que se viu. E claro, no final é sempre aquela faltinha cavada para que o nosso adversário tenha a última chance (quando jogámos em Alvalade passou-se o mesmo).

A felicidade que tive pela conquista da Taça e do triplete é indescritível mesmo. A nossa equipa mostrou-se determinada, esqueceu os festejos do tetra e quis muito ganhar - e o nosso treinador teve um papel fundamental nisso. Muito obrigado a todos - treinador, jogadores e equipa técnica - por esta grande alegria. Dizia-se que o Benfica nunca ganharia um tetra. Aí está a resposta: não só o ganhou como lhe juntou a Supertaça e a Taça de Portugal no mesmo ano. Estou imensamente feliz. E nunca esquecerei a felicidade e a emoção estampadas no rosto do nosso capitão, de Shéu Han e de Rui Costa. Foi uma memorável tarde de Maio, e tivemos o privilégio de estarmos cá para assistir.

De maneira que, agora, é como dizes: assistimos a clubes com uma ligação histórica e umbilical à ditadura fascista em Portugal (com dirigentes que faziam a saudação fascista lado a lado com Salazar, com dirigentes que foram ministros de Salazar e chefes da Legião Portuguesa) que, em desespero de causa, tentam assobiar para o lado e atirar poeira para os olhos dos tolos. Percebe-se: na mente pequenina dessa gentinha, uma mentira repetida tantas vezes pode tornar-se verdade. O problema é que não somos todos tolinhos. Deve ser por causa da cartilha.

Não tenhamos ilusões: na próxima temporada (ou seja, já hoje), esta gentinha, esta santa aliança, continuará em força contra nós. Temos de permanecer muito unidos. Cerrar fileiras. Foi assim na ditadura, infelizmente terá de ser assim em democracia, porque os pequeninos, os anões mentais, os invejosos e os rancorosos nunca dão tréguas. E gostei muito de ouvir o nosso treinador dizer que temos de voltar ao zero. Concentrarmo-nos no que aí vem. Eu gostava muito que ninguém saísse, em particular o nosso guarda-redes. Já é o segundo de grande qualidade que vejo sair em três anos, mas paciência, isto é mesmo assim. Quem tem dinheiro tem sempre a última palavra no desporto de alta competição. O importante é tentarmos arranjar alternativas e darmos confiança e tranquilidade a quem entrar.

Saudações Benfiquistas para ti e todos os tertulianos.

Força, Benfica !!
De Manuel Arons Carvalho a 15 de Junho de 2017 às 11:01
Embora tardiamente - não reparei quando li a crónica logo a seguir ao jogo - não quero deixar de chamar a atenção para um facto importante: conquistámos não a 26ª mas sim a 29ª Taça de Portugal, pois os três Campeonatos de Portugal fazem parte integrante. O Campeonato de Portugal, prova a aeliminar, anrtecedeu diretamente a Taça de Portugal e a Federação até tem na sua sede uma taça gigante com o placas com todos os vencedores do Campeonato de Portugal e da Taça de Portugal, sem qualquer intervalo/separação. E, recentemente, no seu site, a Federação esclareceu tudo: Campeonato da I Liga= Campeonato Nacional = atual I LIga; Campeonato de Portugal = Taça de Portugal. Conquistámos este ano a 29ª!
De Águia Real e Eterna a 28 de Junho de 2017 às 04:37
Benfica, Benfica, Benfica........... o Maior e o Melhor contra TUDO e contra TODOS.

Ganhar a Taça de Portugal, para um clube da Grandeza e Prestígio Mundial como o nosso Benfica é uma...... NATURALIDADE.
No entanto, daqui endereço os merecidos parabéns.

O que aqui me traz neste momento é o ATAQUE COVARDE E FEROZ que estão a fazer ao BENFICA por parte da escumalha do oporco corruptos e a caixa de ressonância que a cm-tv ( correia da merda-tv) tem feito contra o nosso Benfica.

Uma VERGONHA a INACÇÃO do Benfiquistas, a começar por quem "lidera" o Clube.
Eu por mim já nem consigo ver esse canal de MERDA, pois a minha vontade era PARTIR OS OSSOS TODOS a esses filhos da puta desse canal de merda a começar pelo FEIOSÍSSIMO otário ribeiro que faz de director desse canal de MERDA.

Nem esse canal de merda nem o pasquim com o mesmo nome que vive à custa de páginas e páginas de anúncios a PUTAS PÔDRES E TRAVESTIS.

uMA vergonha. Esse filhos da puta deveriam de ser impedidos de entrarem no Estádio da Luz.
Pena que esta TERTÚLIA BENFIQUISTA não aborde esse tema e ouça a opinião dos BENFIQUISTAS.

Agora por falar em merda, quero dizer que esse tal qualquer coisa afonso MERDA, mais do que um pobre CARNEIRO, como muito bem diz o caro João Coelho, é não um, mas TODOS OS POIOS DE MERDA que se encontram nos jardins defecados pelos canídeos.

De facto não vale a pena perder tempo com esse palerma repugnante.

DEFENDER O BENFICA É QUE É PRECISO, e estou a verificar muita letargia e passividade no Mundo BENFIQUISTA.


De Anónimo a 4 de Julho de 2017 às 09:32
meu caro, trago aqui alguns dados que fui recolhendo nos ultimos anos. durante os campeonatos do TETRA.

saldo de penalties (penaltie a favor menos os penalties contra)

SCP +26
FCP +24
SLB +20

Olha... que surpresa... o Benfica manda nisto tudo mas tem o pior saldo dos três grandes... mas continuando... saldo de tempo em superioridade numérica (tempo em superioridade menos tempo em inferioridade)

FCP +232 minutos
SCP +231
SLB +168

Olha... outra surpresa... o Benfica manda nisto tudo mas também aqui tem o saldo menos favorável dos três grandes...

Portanto... em duas das decisões arbitrais com maior influência no jogo, o SLB tem as estatísticas mais desfavoráveis dos três grandes... e esta, hem?

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Cinzenta

Frustrante

Lamentável

Desnecessário

Desilusão

Estrelinha

Paciência

Incontestável

Difícil

Serenata

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds