VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Domingo, 29 de Agosto de 2021

Unidos

Não eram esperadas tantas dificuldades, mas a vitória sobre o Tondela acabou por ter que ser arrancada a ferros, exigindo um grande esforço por parte dos jogadores e um emendar de mão por parte do treinador para dar a volta a um resultado negativo, com a recompensa a chegar quase em cima do final dos noventa minutos pelos pés de um herói improvável.

3.jpg

O Benfica mudou bastante em relação à jornada memorável de Eindhoven. A começar pelo sistema táctico, regressando ao 4-4-2. O onze titular foi praticamente novo, pois dele saíram sete jogadores: Gilberto, Otamendi, Morato, Weigl, Taarabt, Rafa e Yaremchuk. Os sobreviventes foram Vlachodimos, Grimaldo, Lucas Veríssimo e João Mário, e a estes juntaram-se o André Almeida, Vertonghen, Meïté, Pizzi, Everton, Gonçalo Ramos e Darwin. É certo que era um jogo em que teoricamente seríamos muito favoritos, mas confesso que torci o nariz ao ver tantas mudanças numa equipa que tem dado muito boa conta de si, para um jogo que tinha sempre alguma carga psicológica adicional pelo facto de nos podermos isolar no primeiro lugar - a época passada vimos a equipa falhar diversas vezes em cenários destes. Como que para reforçar a minha desconfiança, logo nos primeiros dez minutos o Pizzi já tinha feito o suficiente para ser considerado o pior em campo. Inúmeras perdas de bola, passes falhados, pontapés de canto inconsequentes e um cartão amarelo eram um péssimo cartão de visita. Apesar da posse de bola do Benfica ser simplesmente avassaladora, deu para perceber que iria ser um jogo chato. O Tondela veio à Luz com o tradicional cocktail do autocarro com antijogo, que começou a praticar desde o minuto inicial em qualquer reposição de bola - o guarda-redes Niasse conseguiu ser amarelado ainda na primeira parte por queimar tempo. E o Benfica revelava uma enorme falta quer de mobilidade dos jogadores do ataque, quer de velocidade na circulação da bola para conseguir desposicionar o autocarro. Por isso foram pouquíssimas as situações de finalização que conseguimos criar. Para complicar ainda mais este cenário tradicionalmente difícil, o Tondela marcou no primeiro remate que fez no jogo, pouco depois dos vinte minutos. Foi um remate cruzado desferido de um ângulo apertado e bem colocado ao poste mais distante pelo Salvador Agra, mas a responsabilidade quase total no golo é mesmo para o Vlachodimos, que não podia ser batido num remate desferido daquele ângulo. Se a bola entrou, é porque ele cobriu mal a baliza. Em desvantagem no marcador aumentou o nervosismo e a qualidade do nosso jogo em nada beneficiou com isso. O jogo pelas alas nunca funcionou: na esquerda o Grimaldo esteve sempre retraído e o Everton só sabe vir para dentro, contribuindo para o afunilar do jogo que o Tondela agradecia. Do outro lado, o Pizzi fazia mais ou menos o mesmo e o André Almeida acompanhava-o no sub-rendimento. A defesa do Tondela limitava-se quase a rechaçar os ataque do Benfica e a tirar a bola da zona defensiva, que era depois recuperada por nós na zona do meio campo mas demorávamos demasiado tempo (quase sempre o Meïté) a fazê-la circular, o que dava todo o tempo do mundo ao Tondela para se reagrupar e preparar para o ataque seguinte. Só quase em cima do intervalo é que obrigámos o guarda-redes do Tondela a uma intervenção mais difícil, num remate do João Mário.

1.jpg

Ao intervalo o JJ deve ter visto aquilo que toda a gente estava a ver, e fez de uma assentada três substituições que ganharam o jogo. Acho que ao longo dos muitos anos que acompanho o Benfica foram poucas as vezes em que concordei tanto com uma decisão de um treinador. Saíram o André Almeida, o Pizzi e o Meïté, entraram o Gilberto, o Rafa e o Weigl. E a diferença foi enorme, pois o Gilberto dinamizou muito a ala direita, o Rafa trouxe velocidade e desequilíbrios no ataque com as suas movimentações, e o Weigl deu capacidade de passe e distribuição de jogo no meio campo, permitindo até libertar mais o João Mário para apoiar o ataque. Logo na primeira jogada o Gilberto, de forma incrível, apareceu a cabecear por cima quando estava a meio metro da linha de golo. Foi o mote para uma presença muito mais constante do Benfica na área do Tondela e para ocasiões reais de golo começarem a surgir com frequência. O Niasse começou a evidenciar-se também por outros motivos que não a queima de tempo (com o amarelo, passaram a ser os colegas de equipa a ter que se atirar para o relvado e a lá ficarem enquanto não fossem assistidos) e negou o golo ao Gonçalo Ramos, ao João Mário e ao Grimaldo. O Tiago Martins e o VAR Hugo Macron fizeram vista grossa a um lance sobre o Rafa que seria penálti a favor de qualquer um dos suspeitos do costume - nada de novo, portanto: esta época vai ser mais do mesmo nesse aspecto particular. A troca do Darwin pelo Rodrigo Pinho nada acrescentou. Mas a resistência do Tondela acabou por começar finalmente a ruir a vinte minutos do final. Canto marcado de forma tensa pelo João Mário para a zona do primeiro poste, onde apareceu o Weigl a desviar de cabeça para o remate vitorioso do Rafa ao segundo poste, completamente solto. Às vezes dá jeito não marcar cantos à Pizzi, ou seja, em balão para a zona do segundo poste e normalmente a fugir da baliza. A partir daqui tínhamos quase meia hora (assumindo que o exagero de tempo que foi queimado pelo Tondela seria devidamente compensado, o que eu sinceramente duvido que acontecesse se o Benfica não estivesse em vantagem)  para chegar à vitória. O Tondela fechou-se ainda mais e chegou a parecer que iriam conseguir mesmo controlar o resultado, mas a dois minutos dos noventa o Benfica chegou à merecida recompensa. Numa iniciativa do Gilberto pela direita, combinou com o João Mário e já dentro da área aproveitou um corte incompleto de um defesa do Tondela para, com um remate rasteiro, fazer a bola entrar bem juntinho à base do poste e provocar uma explosão de alegria acompanhada de um enorme suspiro de alívio.

2.jpg

Os três jogadores que entraram ao intervalo foram decisivos para esta vitória. Estiveram todos directamente envolvidos nos golos e trouxeram o abanão de que a equipa necessitava depois da má primeira parte. Dos que jogaram de início, o João Mário foi o melhor e esteve nas jogadas dos dois golos. O Pizzi esteve muito mal, e o Everton é um caso de estudo. Quando joga na esquerda, já toda a gente sabe o que vai acontecer quando a bola lhe chega aos pés. Sabe o público, sabem os colegas e sabem os adversários. Por mais que simule, tenta sempre fintar para dentro, por isso basta aos defesas acautelar essa possibilidade e em mais de 90% das vezes o resultado é a bola acabar a ser passada para trás, perdendo-se a jogada. Espera-se muito mais de um internacional brasileiro que era uma das figuras do Brasileirão.

 

O Benfica entrou nesta época num cenário muito complicado. Com o presidente detido, enfrentámos uma crise de liderança inédita. Os ataques ao clube vindos das mais diversas direcções, na tentativa de maximizar a instabilidade, têm sido constantes. Chegados ao final de Agosto na paragem para os compromissos das selecções, o que vemos é que o Benfica atingiu com sucesso o objectivo do empréstimo obrigacionista, dos oito jogos oficiais realizados venceu sete e empatou um, qualificou-se para a fase de grupos da Champions, e é líder isolado só com vitórias na Liga Portuguesa. Não era difícil pedir mais, era impossível. Por mais que nos tentem deitar abaixo, unidos nós sabemos e conseguimos ser sempre mais fortes. O regresso dos benfiquistas aos estádios são boas notícias para nós e péssimas para os nossos inimigos. Sentiu-se hoje e tem-se sentido em todos os jogos - contra o Gil Vicente, por exemplo, a sensação que tive foi que estivemos sempre a jogar em casa, e apesar das dificuldades sentidas hoje houve sempre uma enorme união entre o público e a equipa. Quem mais capacidade tem para nos deitar abaixo somos apenas e só nós próprios. E é por isso que se assiste a tanto esforço para constantemente nos desunir.

tags:
publicado por D`Arcy às 21:10
link do post | comentar
7 comentários:
De Henrique Teixeira a 30 de Agosto de 2021
Antes de mais quero cumprimentar o Gonçalo Andrade e toda a família benfiquista.
Como há muito não vinha aqui comentar gostava de dizer o seguinte:
Discordei da decisão de Jorge Jesus quando este tirou a titularidade a Odysseas Vlachodimos, um guarda-redes que já nos dera muitos pontos e que continuou a dá-los depois que o treinador lhe devolveu o lugar.
Ao ter consultado o currículo de Meité, um jogador que tem andado quase sempre emprestado de clube em clube e que nunca foi internacional pela principal seleção francesa, torci o nariz à sua contratação. Nos jogos que ele já fez pelo Benfica confirmou que talvez nem para o banco sirva. Veremos.
Everton é de facto um caso de estudo. Já teve mais que tempo suficiente para provar a razão de ser jogador da seleção brasileira. Continua a desiludir e já não acredito que venha a melhorar muito.
Discordo de novo empréstimo ou venda de Vinícius. Continuo a pensar que é o melhor ponta de lança do Benfica.
Pelo que se tem visto nos jogos desta época as arbitragens vão de mal a pior em prejuízo do Benfica e em benefício dos principais adversários. Agora que Luís Filipe Vieira já não é presidente quero ver se quem o substituiu e os restantes elementos da direção irão continuar o papel de patos mudos.
Relativamente ao Benfica- Tondela foi o que se viu:
Primeira parte péssima, segunda parte bastante melhor.
Se o Benfica continuar a dar 45 minutos de avanço ais adversários não vai lá.
Temo o próximo jogo do campeonato depois de tantos jogadores ao serviço das seleções.O que sempre ou quase sempre tem acontecido é que me faz pensar assim.
Finalmente dizer que a entrada do Benfica na champions me proporcionou uma grande alegria.
Saudações Benfiquistas.
De Inês Lima a 30 de Agosto de 2021
Obrigada, precisamos destas análises abrangentes! Bem haja
Inês Lima
De Anónimo a 30 de Agosto de 2021
Caro D'Arcy

Depois da garra, do querer e da ambição de Eindhoven, regressamos à modorra da primeira liga e a dar de vantagem 45 minutos aos nossos adversários. Será a falta do incentivo de 2 milhões?
Este jogo, como bem expressa no seu comentário, trouxe à colação o pior Benfica. Demonstrou-nos que continuamos a ter jogadores na nossa equipa que quando jogam só emperram. Almeida vem de lesão e vou dar de barato. Agora Pizzi vem confirmar que no Benfica já deu - se alguma vez deu. Como bem diz, Everton é um caso de estudo e nós não podemos ficar à espera da análise final.... Vinicius era o ponta de lança que ontem fazia falta a jogar contra aquele autocarro.... Darwin não é para estes jogos, pois o futebol dele é para jogar em profundidade, resta sabermos como ficou após a lesão. Ramos também não ajudou nada no jogo de ontem, tão perdido que andou no meio daquela "floresta" de pernas. Quanto ao Meïté, provou ontem que não tem pedalada no nosso meio-campo, pois falta-lhe a capacidade de passe e velocidade de resolução para a frente, para a componente física quando o Benfica precisar de destruir, aí sim.
Não fosse o Weigl, o Rafa e o improvável Gilberto e hoje estaríamos envergonhados, até porque comungo da sua opinião e acho que o Odysseas foi mais uma vez mal batido. No jogo de ontem notou-se a falta do Waldschmidt, pois era o único com critério e capacidade técnica para desmontar o autocarro...
Mas pronto, veio um emprestado pelo Marselha e outro pelo Inter, o JJ diz que precisa de mais um central... mas não quer o melhor ponta-de-lança, é o único que tem mercado, diz o mestre... e não procura um guarda-redes-redes à Benfica...
Depois de cumpridos 3 dos 5 objectivos, espero que Rui Costa não se espalhe com o deslumbramento e cumpra o que prometeu e marque eleições a realizar até ao final do ano e que esqueça as tretas dos "Guerras" do nosso Glorioso.
Sócio há 27 anos, hoje mais Benfiquista que ontem!
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 1 de Setembro de 2021
Comentário absolutamente assertivo.
Subscrevo-o integralmente.
Se tal for possível, cada dia que passe, o Benfiquismo que vive em mim será sempre e sempre cada vez maiorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr.

BENFICA BENFICA BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAA Sempreeeeeeeeeeeeeeee.
De António Madeira a 30 de Agosto de 2021
Olá, D`Arcy.

Uma vez mais, nada a acrescentar à crónica fiel, justa e acutilante, mas nunca é demais realçar isto:

"Por mais que nos tentem deitar abaixo, unidos nós sabemos e conseguimos ser sempre mais fortes. O regresso dos benfiquistas aos estádios são boas notícias para nós e péssimas para os nossos inimigos. Sentiu-se hoje e tem-se sentido em todos os jogos - contra o Gil Vicente, por exemplo, a sensação que tive foi que estivemos sempre a jogar em casa, e apesar das dificuldades sentidas hoje houve sempre uma enorme união entre o público e a equipa. Quem mais capacidade tem para nos deitar abaixo somos apenas e só nós próprios. E é por isso que se assiste a tanto esforço para constantemente nos desunir."


Pedir que todos os Benfiquistas soubessem perceber isto seria utópico, mas como sonhador que sou e sonhar ainda não paga imposto...

Grande abraço e nunca esmoreças.
António Madeira.
De BI-CAMPEÃO EUROPEU a 31 de Agosto de 2021
Benfica precisa de mais intensidade e velocidade. J.Jesus está ultrapassado e não consegue mais do que tem apresentado!!!!
Pizzi é FRAQUÉRRIMO. Um autêntico lingrinhas que nem uma bola sabe proteger. Deixa-se desarmar com a maior das facilidades. Marca os cantos em balão e de forma INOFENSIVA!!!.
Só João Mário remata de forma eficiente fora da grande área. De resto é só NÓDOAS.
Os apitadores disfarçados de Árbitros estão formatados para roubarem o Benfica e a Direcção e Presidente do Clube continuam de cócoras a assistir a tudo sem MEXEREM UMA PALHA no sentido de exigirem à Liga e Federação ÁRBITROS A SÉRIO e não apitadores anti-Benfica formatados para roubarem o Maior e Melhor de Portugal.
BENFICA SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEE.

P.S. Já não gostava nada da selecçãozeca do fernando MERDA santos - vassalo e escravo do bimbo da bosta e de todos os anti-Benfica -, mas agora com o ESCARRO DE SER HUMANO otário "jogador" simulador e provocador covarde do fc penalty, um verdadeiro jogador à porco, entre morrer e apoiar um niquinho que seja esta selecçãozeca com o porco otário, prefiro morrer.

BENFICA BENFICA BENFICA, ontem, hoje e sempreeeeeeeeeeeeeeeee. o Maior e o Melhor de Portugal.
De Anónimo a 1 de Setembro de 2021
Caro BI-CAMPEÂO, faça como eu não os vejo.

Comentar post

escribas

pesquisar

links

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos

Novembro 2021

Outubro 2021

Setembro 2021

Agosto 2021

Maio 2021

Abril 2021

Março 2021

Fevereiro 2021

Janeiro 2021

Dezembro 2020

Novembro 2020

Outubro 2020

Setembro 2020

Agosto 2020

Julho 2020

Março 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Dezembro 2019

Novembro 2019

Outubro 2019

Setembro 2019

Agosto 2019

Maio 2019

Abril 2019

Março 2019

Fevereiro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Setembro 2018

Agosto 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Janeiro 2018

Dezembro 2017

Novembro 2017

Outubro 2017

Setembro 2017

Agosto 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

tags

todas as tags

posts recentes

Degradante

Surreal

Resgate

Perfeita

Triste

Incompetência

Indolente

Derrocada

Absurdo

Brilhante

origem

E-mail da Tertúlia

tertuliabenfiquista@gmail.com
blogs SAPO

subscrever feeds